Livros de artista como dispositivo na pesquisa em arte

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234614332022349

Palavras-chave:

Livro de artista, Narrativa visual, Processo de criação, Desenho

Resumo

O artigo aborda a criação de livros de artista como dispositivos que auxiliam a sistematização de minha pesquisa em poéticas visuais, apresentando-se como uma forma de mapeamento visual do processo criativo, criando pistas e possíveis trajetos para reflexão. Partindo da abordagem metodológica de Warburg, ao organizar a sua biblioteca elíptica (Biblioteca Warburg, atualmente Instituto Warburg) ou ao criar seu Atlas Mnemosyne a partir do princípio de “Lei da boa vizinhança”, levando em consideração a capacidade de livros ou imagens de se relacionarem entre si, sem a necessidade de uma organização tão óbvia ou linear, como a cronológica ou por nome dos autores. Deste modo, partir da justaposição de imagens de minha criação e obras de artistas que são referência em meu processo, apresento quatro livros de artista que dão conta de quatro eixos de discussão, dentro de minha poética, os quais serão apresentados de forma sucinta neste artigo, pois o objetivo central será a discussão da metodologia adotada na organização do trabalho em si, através dos livros de artista, assim como uma discussão sobre os desafios de se realizar uma pesquisa na área de processo de criação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréia Cristina Dulianel, UNICAMP

Doutoranda e Mestre em Artes Visuais pela Universidade Estadual de Campinas- UNICAMP, pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais. Docente da Pontifícia Universidade Católica de Campinas- PUCCAMP, Faculdade de Artes Visuais - Centro de Linguagem e Comunicação- CLC. Lattes: http://lattes.cnpq.br/6546476572542146.

Referências

DIDI-HUBERMAN, Georges. A imagem sobrevivente: História da arte e tempo dos fantasmas segundo Aby Warburg. Rio de Janeiro: Contraponto, 2013.

______________________. O que vemos, o que nos olha. São Paulo: Editora 34, 2010.

______________________. Diante da imagem. São Paulo: Editora 34, 2013.

DUARTE JÚNIOR, João Francisco. Fundamentos estéticos da educação. Campinas, SP:Papirus, 1988.

ELUF, Lygia (Org). Marcello Grassman (Cadernos de desenho). Campinas, SP: Editora da Unicamp: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.

HEIDEGGER. Martin. Ser e tempo. Petrópolis: Vozes, 2009.

LANCRI, Jean. Modestas proposições sobre as condições de uma pesquisa em Artes Plásticas na Universidade. In: BRITES Blanca, TESSLER, Elida. (Org.). O meio como ponto zero: Metodologia da Pesquisa em Artes Plásticas. Porto Alegre: Editora da UFRG, 2002. p.16-33.

PÉRIGO, Márcio. Caos aparente. Campinas – SP. Tese de Doutorado. Orientadora: Lygia Arcuri Eluf. Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas, 2009.

REY, Sandra. Por uma abordagem metodológica da pesquisa em artes visuais. In: BRITES Blanca, TESSLER, Elida. (Org.). O meio como ponto zero: Metodologia da Pesquisa em Artes Plásticas. Porto Alegre: Editora da UFRG, 2002. p.123-140.

SAMAIN, Etienne (Org.). Como pensam as imagens. Campinas-SP: Editora da Unicamp, 2012.

____________________. As “Mnemosyne(s)” de Aby Warburg: Entre Antropologia, Imagens e Arte. Revista Poiésis, n 17, p. 29-51, Jul. de 2011. Disponível em: http://www.poiesis.uff.br/PDF/poiesis17/Poiesis_17_EDI_Mnemosyne.pdf>. Acesso em: 21jul.2017.

RAMPLEY, Matthew. Introduction. In: WARBURG, ABY. The Absorption of the Expressive Values of the Past. Tradução: Matthew Rampley. Art in Translation, v. 1, n.2, pp. 273–283, 2009, p. 274-276. Disponível em: <https://monoskop.org/images/a/a7/Warburg_Aby_2000_2009_The_Absorption_of_the_Expressive_Values_of_the_Past_Introduction_to_the_Mnemosyne_Atlas.pdf > Acesso em:21 jul.20.

Downloads

Publicado

2022-05-01

Como Citar

DULIANEL, A. C. Livros de artista como dispositivo na pesquisa em arte. Palíndromo, Florianópolis, v. 14, n. 33, p. 349 - 373, 2022. DOI: 10.5965/2175234614332022349. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/20328. Acesso em: 29 jun. 2022.