Dar corpo às ideias: performance como processo de incorporação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2525530406012021e0006

Palavras-chave:

performance musical, música popular, ideologia, comunidade musical, localidade

Resumo

Este ensaio propõe a discussão sobre a performance para além de suas dimensões transitórias e espontâneas, pensando no material a ser performado a partir de sua dimensão textual (técnicas, estéticas e valores), que, como espectro, circula sobre o imaginário de certa comunidade e se manifesta durante a performance, incorporando-se no corpo social. A partir de autores como Shelemay e Appadurai, é possível entender as práticas performativas como representações e encenações destes textos e, ao mesmo tempo, como formas de introjetá-los nos sujeitos, criando unidade dentro de tal comunidade, promovendo assim sua reprodução. Sendo assim, é possível imaginar a performance como uma reencenação de antigos valores e significados que voltam, como reminiscências imaginárias, a andar entre os vivos, moldando suas histórias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGAWU, Kofi Contesting Difference. In: CLAYTON, Martin; HERBERT, Trevor; MIDDELTON, Richard. The cultural studies of music. New York: Routledge, 2003. p. 227-237.

ALTHUSSER, Louis. Ideologia e aparelhos ideológicos de Estado. Trad. Joaquim José de Moura Ramos. Lisboa: Presença; Martins Fontes, 1970.

APPADURAI, Arjun. The production of locality. In: APPADURAI, Arjun. Modernity at large: cultural dimensions of globalization. Minneapolis: University of Minnesota Press, 1996. p. 178-99.

BRANDÃO, Ricardo Augusto de Lima; PAIVA, Rodrigo Gudin. Toicinho Batera: notas e reflexões sobre a trajetória do baterista Lourival Galliani. Opus, v. 25, p. 122-143, maio/ago. 2019a.

BRANDÃO, Ricardo Augusto de Lima; PAIVA, Rodrigo Gudin. Toicinho batera: reflexões sobre o desenvolvimento musical de Lourival Galliani. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PERCUSSÃO, 2., 2019, Belo Horizonte. Anais [...]. Belo Horizonte, 2019b. p. 65-73.

CARVALHO, José Alexandre. Infraestrutura e Superestrutura na rítmica da Música Popular. Anais do SEFIM, Porto Alegre, v. 2, n. 2, p. 356-358, 2016.

COOK, Nicholas. Fazendo música juntos ou improvisação e seus outros. Trad. Fausto Borém. Per Musi, Belo Horizonte, n. 16, p. 7-20, 2007.

COOK, Nicholas. Beyond the score: music as performance. 1. ed. New York: Oxford University Press, 2013.

JAMES, Cyril L. R. Os Jacobinos Negros: Toussaint L’Overture e a revolução de São Domingos. Trad. Afonso Teixeira Filho. São Paulo: Boitempo, 2010.

KAPCHAN, Deborah A. Performance. In: FEINTUCH, Burt (ed.). Eight Words for the study of Expressive Cultures. Urbana: University of Illinois Press, 2003.

LIMA, Rodrigo. Edgar Varése e Pierre Schaeffer: por uma emancipação do som. In:CONGRESSO DA ANPPOM, 17., 2007, São Paulo. Anais [...]. São Paulo, 2007.

MARSALIS, Wynton. Moving to the higher ground: how jazz can change your life. United States: Wynton Marsalis Enterprises, 2008.

MARX, Karl. O 18 de Brumário de Luís Bonaparte. Trad. Nélio Schneider. São Paulo: Boitempo, 2011.

MEYER, Leonard. El estilo en la música: teoría musical, historia e ideología. Madrid: Pirámides, 2000.

MONSON, Ingrid. Saying Something: Jazz Improvisation and Interaction. Chicago: University of Chicago Press, 1996.

NATTIEZ, Jean-Jacques. O combate entre Cronos e Orfeu: ensaios de semiologia musical aplicada. Trad. Luiz Paulo Sampaio. 1. ed. São Paulo: Via Lettera, 2005.

PRANDI, Reginaldo. Mitologia dos Orixás. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

RUFINO, Luiz; SIMAS, Luiz Antonio. Fogo no Mato: a ciência encantada das macumbas. Rio de Janeiro: Mórula, 2018.

SHELEMAY, Kay. Musical communities: rethinking the collective in music. Journal of the American Musicological Society, v. 64, n. 2, 2011.

SMALL, Christopher. Musicking: the meanings of performance and listening. Middletown, CT: Wesleyan University Press, 1998.

Downloads

Publicado

2021-06-17

Como Citar

BRANDÃO, R. A. de L. Dar corpo às ideias: performance como processo de incorporação. Orfeu, Florianópolis, v. 6, n. 1, 2021. DOI: 10.5965/2525530406012021e0006. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/orfeu/article/view/19453. Acesso em: 8 fev. 2023.