JPMB: Qualificação da performance no contexto da educação musical comunitária em cidades interioranas de Alagoas.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2525530405022020e0011

Resumo

Este artigo relata o movimento de educação comunitária gratuita promovido pela Universidade Federal de Alagoas no projeto denominado JPMB (Jornada Pe-
dagógica para Músicos de Banda), através do Grupo de Pesquisa Cemupe (Centro de Musicologia de Penedo), no estado de Alagoas. Esta ação de extensão, além de percorrer alguns municípios interioranos, carateriza-se hoje como um processo de aprendizado coletivo e social por meio do ensino musical. Faz uma abordagem de como a academia pode se mobilizar para debater sobre música e políticas públicas sobre a educação musical no interior de Alagoas, no Nordeste, e as parcerias com governos municipais, estaduais e federal juntamente com a iniciativa privada e instituições de ensino de outros países.

Biografia do Autor

MARCOS SANTOS MOREIRA, Universidade Federal de Alagoas

Marcos Moreira é Doutor e Mestre em Educação Musical pela Universidade Federal da Bahia, onde também obteve o diploma de Licenciatura em Música, e Especialista em Gestão Escolar pela Faculdade Montenegro. Em Alagoas é Professor da universidade Federal de Alagoas desde 2008, sendo Adjunto IV com dedicação exclusiva desde 2012 e mantém o Grupo de Pesquisa Metodologia e concepção social no ensino coletivo. Atuou desde 2009 como coordenador de Estagio Supervisionado até 2018 na Educação Básica dentro do currículo da Licenciatura. Obteve o 3 Lugar no Concurso para Pesquisador/Doutorado pelo CESEM-Portugal. É membro do grupo de Investigação em Música e pesquisador convidado ISET do Instituto de Ensino Suoerior Piaget, vinculado ao FCT (Fundação de Ciência e Tecnologia) em Viseu-Portugal. É membro do Grupo de pesquisa CARAVELAS Polo CESEM-Centro de Sociologia e Estética Musical da Universidade Nova de Lisboa-Portugal. Exerce paralelamente, na Federal de Alagoas, a função de Editor da Revista Eletrônica de Música MUSIFAL no qual é fundador do referido periódico, e desenvolve anualmente Encontros sobre os temas Banda de Música, musicologia e Educação Musical denominado JPMB-Jornadas Pedagógicas para Músicos de Banda, premiado em editais de apoio da CAPES (2016-2017) e CNPQ (2017). Sobre Música Popular elabora anualmente o Projeto permanente designado Colóquio de Música Popular. Coordenou o Curso de Música Licenciatura da UFAL entre 2015 a 2017. Na Bahia, concluiu o Doutorado em 2013 na sub-área Educação Musical, na Universidade Federal da Bahia, sob orientação do Prof. Dr. Joel Barbosa e Co-orientação do Prof.Dr. Alexandre Andrade (Portugal). É autor dos livro "História das Mulheres nas Bandas de Música", editado em Portugal pela Cardoso e Conceição e a edição brasileira "Mulheres nas Bandas de Musica" editado pela PUBLIT. Também publicou diversos artigos em congressos e revistas sobre Bandas Música e Educação Musical, em periódicos acadêmico-científicos, entre os quais, ICTUS (UFBA-2010), OPUS (UFMG 2010), ETD-UNICAMP-Educação Temática Digital (2009 e 2008) e também em áreas de gênero como a Revista RLAGG (Qualis B2), e II Paralaxe-UFBA em 2017, entre outras. Tem apresentado trabalhos em diversos Congressos realizados em muitos Estados Brasileiros e no Exterior a exemplo de Portugal e Chile. Obteve classificação internacional para Congresso de Sociologia na Costa Rica, no evento ALAS. Possui participação como co-autor em três livros organizados: A Educação Musical no Brasil, da Editora Sonare (Bahia), o livro publicado sobre III Encontro Internacional de Musicologia-UFRJ e o trabalho de catalogação musicológica denominado Memorias musicais da Curica; Volume 1 e Volume 2 (Acervo da Banda Curica e Bandas de Negros da Mata Norte) editado pela FUNDARPE em em parceria com a Banda Curica de Pernambuco. Também coordena o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência, no sub projeto PIBID-MÚSICA, desde 2011 e PIBIC-MUSICA 2017. Está vinculado ao LAMUS- Laboratório de Musicologia da USP-Departamento de Música da Escola de Artes Ciências e Humanidades(EACH-USP) sob orientação do Prof.Dr. Diósnio Machado Neto. Seu currículo também encontra-se registrado no Connecting Research and Researchers sob o numero orcid.org/0000-0001-9242-4377 e na Fundação da Ciência e Tecnologia (FCT) de Portugal no link https://sig.fct.pt/fctsig/cv/presentation.PT/overview.aspx . Marcos Moreira já atuou como Pianista em diversos eventos na Bahia e Sergipe entre as décadas de 90 e 2000.

Referências

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF, 5 out. 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm. Acesso em: 3 out. 2020.

FREIRE, Paulo. Ação cultural para a liberdade. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra 1977 [1975].

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 10. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980.

FREITAS, Henrique; OLIVEIRA, Mirian et al. O método de pesquisa survey. Revista de Administração, São Paulo, 2000.

GADOTTI, Moacir. Educação Popular, educação social, educação comunitária: conceitos e práticas diversas, cimentadas por uma causa comum. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA SOCIAL, 4., 2012, Campinas. Anais [...]. Campinas, 25 a 27 jun. 2012.

JPMB. Relatório de Pesquisa Extensão. Maceió: Universidade Federal de Alagoas, 2010.

JPMB. Relatório de Pesquisa Extensão. Maceió: Universidade Federal de Alagoas, 2014.

JPMB. Relatório de Pesquisa Extensão. Maceió: Universidade Federal de Alagoas, 2015.

JPMB. Relatório de Pesquisa Extensão. Maceió: Universidade Federal de Alagoas, 2019.

KERMAN, Joseph. Contemplating music: challenges to musicology. Cambridge: Harvard University Press, 1985.

KRAMER, Lawrence. The musicology of the future. Repercussions, n. 1, p. 5-18, 1992.

LOCKE, R. P. Musicologia e/como preocupação social. Per Musi, Belo Horizonte, n. 32, p. 8-52. 2015.

MACHADO NETO, Diósnio; TRAMONTINA, Leonardo. Musicologia feminista, historiografia musical e teoria compensatória: um estudo de casos. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE MUSICOLOGIA, 2., 2011, Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: UFRJ, 2011.

MOREIRA, Marcos. Mulheres nas bandas de música: uma visão do Nordeste do Brasil e do norte de Portugal. Rio de Janeiro: Publit, 2017.

MOSCAROLA, J. Enquetes et analyse de donnés. Paris: Vulbert, 1990.

ROSAND, Ellen. The musicology of the present. American Musicological Society Newsletter, v. 25, n. 1, 1995.

Downloads

Publicado

2020-12-14

Como Citar

MOREIRA, M. S. JPMB: Qualificação da performance no contexto da educação musical comunitária em cidades interioranas de Alagoas. Orfeu, Florianópolis, v. 5, n. 2, 2020. DOI: 10.5965/2525530405022020e0011. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/orfeu/article/view/18365. Acesso em: 4 dez. 2021.