Concepção, formulação, e escrita em Os pássaros do delta do Jacuí

Autores

  • Yuri Behr UNESPAR

DOI:

https://doi.org/10.5965/2525530405012020155

Palavras-chave:

Tempo não linear, canto de pássaros, Orchids, escrita musical

Resumo

Desde a concepção inicial até a escrita musical, existem muitos caminhos possíveis, alguns combinam técnicas originais com as de compositores renomados. Este artigo mostra como uma composição musical foi estabelecida derivando a matéria--prima obtida pela análise do canto dos pássaros, sua elaboração e as implicações na questão do tempo. Para entender como funciona, será realizada uma análise da peça Os pássaros no Delta do Jacuí, buscando
os aspectos relacionados à poética, além de técnicas composicionais, com o auxílio de referências teóricas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yuri Behr, UNESPAR

Yuri Behr Kimizuka é professor colaborador na área de composição musical na Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR). Doutor na área de processos de criação musical pela ECA/USP, com a tese "Modelização e pensée sauvage na prática composicional" sob a orientação do Prof. Dr. Silvio Ferraz Mello Filho. Completou um mestrado no curso de Musicologia sobre o Makrokosmos de George Crumb ("Tempo: diferença e repetição no Makrokosmos de George Crumb") sob a orientação do Prof. Dr. Luigi Antonio Irlandini, no Departamento de Música da UDESC – Universidade do Estado de Santa Catariana, Brasil. Seus interesses de pesquisa incluem também os estudos sobre tempo, processos de criação musical, composição assistida por computador (Open Music), Live Electronics (MAX). Sua experiência em pesquisa inclui a participação e apresentação de seus artigos nos principais congressos brasileiros.

Referências

BAILLET, Jérome. Flèche du temps et processus dans les musiques après 1965. In: LÉVY, Fabien (org.). Les écritures du temps. Paris: L’Hartmattan, 2001.

BENITEZ, Vincent. Olivier Messiaen, a research and information guide. New York: Routledge, 2008.

CRUMB, George. Makrokosmos vol. I. Piano. New York: Peters, 1973. 1 Partitura.

DE LA MOTTE, Diether. Harmonielehre. Kassel: Bärenreiter, 2009.

FALLON, Robert. Messiaen Perspectives 1: Sources and Influences. Farnham: Ashgate, 2013.

FERRAZ, Silvio. Música e Repetição. São Paulo: Sete Letras, 1998.

FERRAZ, Silvio. Notas do caderno amarelo. Campinas: Unicamp, 2007.

HERVÉ, Jean-Luc. Musique contemporaine: une solution de continuité. In: COHENJOHNSON, Robert Sherlaw. Birdsong. In: HILL, Peter (ed.). The Messiaen Companion. London: [s. n.], 1995.

LÉVINAS, Danielle (org.). La création après la musique contemporaine. Paris: L’Harmattan, 1999.

MANOURY, Philippe. L’invention de la musique. Paris: Fayard, 2017.

MESSIAEN, Olivier. Chronochromie. Paris: Alphonse Leduc, 1960.

MESSIAEN, Olivier; WATTS, Harriett. Canyons, Colours and Birds: An Interview with Olivier Messiaen. Tempo, Mar., 1979, New Series, No. 128 (Mar., 1979), pp. 2-8

MOREIRA, Adriana. Olivier Messiaen: inter-relação entre conjuntos, textura, rítmica e

movimento em peças para piano. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em

Música, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008.

ROSSETTI, Danilo. Processos microtemporais de criação sonora, percepção e modulação de forma: uma abordagem analítica e composicional. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Música, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2016.

SOUVTCHINSKY, Pierre. Igor Stravinsky, la notion du temps et la musique. Revue Musicale, Paris, v. 20, n. 191, p. 70-80, 1939.

STOÏANOVA, Ivanka. Geste, texte, musique. Paris: Union Général d’Editions, 1975.

TREMBLAY, Giles. Oiseau-nature, Messiaen, musique. Cahiers canadiens de musique (Spring-Summer 1970): p.15-40

Downloads

Publicado

2020-10-18

Como Citar

BEHR, Y. Concepção, formulação, e escrita em Os pássaros do delta do Jacuí. Orfeu, Florianópolis, v. 5, n. 1, 2020. DOI: 10.5965/2525530405012020155. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/orfeu/article/view/17155. Acesso em: 31 jan. 2023.