PESQUISAS COLABORATIVAS INTERNACIONAIS NO CAMPO DA PSICOLOGIA DA MÚSICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIAS

Autores

  • Rosane Cardoso de Araújo UFPR

DOI:

https://doi.org/10.5965/2525530404022019104

Palavras-chave:

MIROR Project, Pesquisa em Música, Internacionalização, Representações Sociais

Resumo

Ações de internacionalização têm sido cada vez mais incentivadas no âmbito dos Programas de Pós-Graduação no Brasil. O presente artigo traz como foco a apresentação de duas pesquisas internacionais, realizadas colaborativamente entre pesquisadores da Universidade de Bolonha (Itália) e da Universidade Federal do Paraná (Brasil). Os estudos apresentados foram conduzidos por meio de um estudo sobre representações sociais, com base na psicologia social, e de um estudo fundamentado na psicologia cognitiva/Psicologia, com foco na criatividade e na Teoria do Fluxo. Ambas as investigações trouxeram consequências relevantes para o programa de Pós-Graduação em Música da UFPR, gerando publicações colaborativas e desdobramentos em estudos posteriores que ampliaram as possibilidades investigativas para a linha de pesquisa cognição/ educação musical.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosane Cardoso de Araújo, UFPR

Professora associada da Universidade Federal do Paraná (Departamento de Artes). Atua nos cursos de Graduação em Música e Pós-Graduação em Música (Mestrado e Doutorado). É coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Música da UFPR, vice-presidente da Associação Brasileira de Cognição e Artes Musicais e bolsista de produtividade em pesquisa pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Possui Doutorado em Música pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Pós-Doutorado em Música pela Universidade de Bolonha (Itália).

Referências

ADDESSI, A. R.; ARAÚJO, R. C. Um estudo sobre representações sociais de alunos de graduação sobre os conceitos de. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE COGNIÇÃO E ARTES MUSICAIS, 7., 2011, Brasília. Anais […]. Brasília: Fundação Darcy Ribeiro, 2011. v. 1. p. 355-365.

ADDESSI, A. R.; ARAÚJO, R. C. Designing the Miror-Body Gesture Framework for Music and Dance Creativity. In: SIMPÓSIO DE COGNIÇÃO E ARTES MUSICAIS, 9., 2013, Belém. Anais […]. Belém: UFPA, 2013. V. 1. p. 74-94.

ADDESSI A. R.; ARAÚJO, R. C.; VALLS, A.; GLUSCHANKOF C. A comparative research about social representations of music held by university students. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON MUSIC PERCEPTION AND COGNITION PROCEEDINGS, 11., 2010, Seattle. Proceedings […]. Seatle: University of Washington, 2010. p. 28-35.

ADDESSI, A. R.; BONFIGLIOLI, L. Interação Reflexiva como paradigma transversal para a criatividade, educação musical e musicoterapia. Orfeu, v. 2, n. 2, p. 175-199, 2017.

ADDESSI, A. R.; CARUGATI, F.; SELLERI, P. Music teachers’ knowledge and social representations of music. In: SIMPÓSIO DE COGNIÇÃO E ARTES MUSICAIS INTERNACIONAL, 3., 2007, Salvador. Anais […]. Salvador: UFBA, 2007, p. 138-151.

ADDESSI, A. R.; CARUGATI, F. Social representations of “musical child” held by university students: an empirical investigation on implicit music knowledge in Higher Teacher Education. Music Education Research, v. 3, n. 12, 2010.

ADDESSI, A. R.; PACHET, F. Experiments with a musical machine: musical style replication in 3/5 year old children. British Journal of Music Education, v. 22, p. 21-46, 2005.

ADDESSI, A. R.; PACHET, F. Sistemas musicais interativos-reflexivos para educação musical. Cognição e Artes Musicais, Curitiba: DeArtes, v. 2, n. 1, p. 62-72, 2007.

ADDESSI, A. R.; PSCHEIDT, J.; ARAÚJO, R. C. Stili e identità musicali nell’infanzia in ambienti riflessivi. Rivista Infanzia (Firenze), v. 3, p. 218-224, 2017.

ADDESSI, A. R.; PSCHEIDT, J.; ARAÚJO, R. C. Arts and childhood: children’s musical styles in a “reflexive” environment. DEDiCA: Revista de Educação e Humanidades (Dreh-España), v. 16, p. 109-127, 2019.

ARAÚJO, R. C. Representações sociais na prática de ensino de professores de instrumento. In: CONGRESSO DA ANPPOM, 25., 2015, Vitória. Anais […]. Vitória: ANPPOM, 2015a. V. 1. p. 1-6.

ARAÚJO, R. C. Improvvisazioni con la piattaforma MIROR. In: ADDESSI, Anna Rita (org.). La creatività musicale e motoria dei bambini in ambienti riflessivi. 1. ed. Bolonha/Itália: Bononia University Press, 2015b. V. 1, p. 79-86.

ARAÚJO, R. C.; ADDESSI, A. R. Children’s musical improvisation in an interactive/reflexive musical context: a study. In: SIMPÓSIO DE COGNIÇÃO E ARTES MUSICAIS, 9., 2013, Belém. Anais […]. Belém: UFPA, 2013. V. 1, p. 95-105.

ARAÚJO, R. C.; ADDESSI, A. R. Um estudo sobre a improvisação musical de crianças num contexto musical interativo/reflexivo. Música em Contexto (UnB), v. 1/2014, p. 76-91, 2014.

ARAÚJO, R. C.; OPIECHON, S. S.; ARAÚJO, C. B.; ALONSO, M. V. Perspectivas de estudantes/professores de música sobre o conceito de criatividade musical e características do comportamento musical criativo. Percepta: Revista de Cognição Musical, v. 5, p. 39-50, 2018.

ARAÚJO, R. C.; PSCHEIDT, J.; ADDESSI, A. R. Interação reflexiva e a criatividade musical empática. In: ARAÚJO, Rosane Cardoso de (org.). Educação musical: criatividade e motivação. 1. ed.Curitiba: Appris, 2019. V. 1, p. 161-182.

ARAÚJO, R. C.; SANTOS, E. A.; HENTSCHKE, L. The development of piano teachers knowledge: three case studies from Brazil. Visions of Research in Music Education, n. 13, p. 1-19, 2010.

CAMPOS, P. H. F.; ROUQUETTE, M. L. Abordagem estrutural e componente afetivo das representações sociais. Psicologia, Reflexão e Crítica, Porto Alegre, v. 16, n. 3, p. 435-445, 2003.

CSIKSZENTMIHALYI, Mihaly. Flow: the psychology of optimal experience. New York: Harper & Row, 1990.

CSIKSZENTMIHALYI, Mihaly. A psicologia da felicidade. São Paulo: Saraiva, 1992.

CSIKSZENTMIHALYI, Mihaly. Creativity: flow and the psychology of discovery and invention. New York: Harper Collins, 1996.

CSIKSZENTMIHALYI, Mihaly. A descoberta do fluxo. Psicologia do envolvimento com a vida cotidiana. Rio de Janeiro: Rocco, 1999.

CSIKSZENTMIHALYI, Mihaly. Good business: flow, leadership and making of meaning. New York: Viking, 2003.

FIGUEIREDO, C. F.; LUDERS, V.; SANTOS, A. P. A interação musical do estudante com transtorno do espectro do autismo em um ambiente digital. In: TECNOLOGIA, MÚSICA E DIVERSIDADES, Recife. Anais […]. Recife: NICS Reports Núcleo Interdisciplinar de

comunicação sonora, 2019. V. 1. p. 29-38.

FORESTER, S. Music teacher knowledge: an examination of the intersections between instrumental music teaching and conducting. Journal of Research in Music Education, v. 65, n. 4, p. 461-482, 2017.

GODOY, Rolf; LEMAN, Marc. Musical gestures: sound, movement and meaning. London: Routledge, 2012.

HALLAM, S. Musicality. In: MCPHERSON, G. (ed.). The child as musician: a handbook of musical development. 2. ed. Oxford: Oxford University Press, 2016. p. 67-80.

HARGREAVES, D. J.; PURVES, R. M.; WELCH, G.; MARSHALL, N. A. Developing identities and attitudes in musicians and music teachers. British Journal of Educational Psychology, v. 3, n. 77, p. 665- 682, 2007.

MARSHALL, N.; HARGREAVES, D. J. Crossing the humpback bridge: Primary-secondary school transition in music education. Music Education Research, v. 9, p. 65-80, 2007.

MIRANDA, A. A.; STALLIVIERI, L. Para uma política pública de internacionalização para o ensino superior no Brasil. Revista Avaliação, v. 22, n. 3, p. 589-613, nov. 2017 MOSCOVICI, Serge. Representações sociais: investigações em psicologia social. Petrópolis: Vozes, 2007.

MOSCOVICI, Serge. Pourquoi l’étude des représentations sociales em psychologie? Psychologie et Société, n.4, p. 7-24, 2002.

OPIECHON, S. S.; ARAÚJO, R. C. Representações sociais sobre a criatividade musical das crianças. In: SIMPÓSIO DE COGNIÇÃO E ARTES MUSICAIS, 13., 2017, Curitiba. Anais […]. Curitiba: UFPR, 2017. V. 1. p. 1-7.

PSCHEIDT, J.; ARAÚJO, R. C. Interação reflexiva e criatividade: uma experiência com alunos iniciantes em bateria. In: SIMPÓSIO DE COGNIÇÃO E ARTES MUSICAIS, 13., 2017, Curitiba. Anais […]. Curitiba: UFPR, 2017. p. 1-7.

RAMOS, C. E. A. S. A música da Folia do Divino e a Festa do Divino no município de Guaratuba, Estado do Paraná: um estudo de caso sob a perspectiva da teoria das Representações Sociais. 334 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2019.

RAUSKI, R. D. Representações sociais sobre Música: estilos musicais e aula de música: uma problematização necessária. 168 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2015.

RAUSKI, R.; ROSSO, A. Representações sociais da aula de música no nono ano do ensino fundamental: fruição e aprendizagem. Revista Eletrônica de Ciência Administrativa, v. 17, n. 2, p. 335-352, 2017.

SOARES, G. D. B. A orquestra vai à escola: os significados de um concerto didático para alunos da educação básica. 217 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015.

Downloads

Publicado

2019-12-20

Como Citar

ARAÚJO, R. C. de. PESQUISAS COLABORATIVAS INTERNACIONAIS NO CAMPO DA PSICOLOGIA DA MÚSICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIAS. Orfeu, Florianópolis, v. 4, n. 2, p. 104-118, 2019. DOI: 10.5965/2525530404022019104. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/orfeu/article/view/1059652525530404022019104. Acesso em: 28 jan. 2023.