Etnografia da roda de choro do Instituto Casa da Cidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2525530404012019027

Palavras-chave:

antropologia da música, música brasileira, música popular, etnomusicologia, choro

Resumo

Este trabalho apresenta a etnografia de uma roda de choro ocorrida em julho de 2016 no Instituto Casa da Cidade, situado na Vila Madalena, bairro da cidade de São Paulo/SP. A roda em questão, na época realizada mensalmente, era organizada por um músico veterano no cenário do choro paulistano e reunia músicos amadores, profissionais, estudantes e ouvintes. Foram observados aspectos do fazer musical da roda e o perfil de seus participantes sob a perspectiva de alguns autores ligados à etnomusicologia, entre eles Ruth Finnegan, Thomas Turino, John Blacking e Etienne Wenger, por meio da observação participante e entrevistas realizadas com frequentadores do evento. Conclui-se que a roda tem características que a diferem de outras rodas de choro da capital, por ter a participação de músicos amadores e profissionais em um ambiente democrático e acolhedor, e por evidenciar aspectos de resgate da história pessoal dos músicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Fernandes Rosa, Universidade de São Paulo

Doutoranda em Música, Escola de Comunicações e Artes

Referências

BLACKING, J. Música, cultura e experiência. Cadernos de Campo, n. 16, p. 201-218, 2007. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/cadernosdecampo/article/view/50064.

CAZES, H. Choro: do quintal ao Municipal. São Paulo: Editora 34, 1998.

FINNEGAN, R. The hidden musicians: making-music in an English town. Cambridge: Cambridge University Press, 1989.

FLACH, L.; ANTONELLO, C. S. Improvisação e aprendizagem nas organizações: reflexões a partir da metáfora da improvisação no teatro e na música. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 32., 2008, Rio de Janeiro. Anais […]. Rio de Janeiro: Anpad, 2008. Disponível em: http://www.anpad.org.br/admin/pdf/EOR-B755.pdf. Acesso em: 15 fev. 2019.

LARA FILHO, I. G.; SILVA, G. T. da; FREIRE, R. D. Análise do contexto da Roda de Choro com base no conceito de ordem musical de John Blacking. Per Musi, Belo Horizonte, n. 23, p. 148-161, 2011.

PINTO, A. G. O choro: reminiscências dos chorões antigos. 3. ed. rev. e com. Rio de Janeiro: Acari Records, 2014 [1936].

TURINO, T. Music as social life: the politics of participation. Chicago: The University of Chicago Press, 2008.

WENGER, E. Communities of practice: learning, meaning and identity. Cambridge University Press, 1998.

Vídeos da roda

http://www.youtube.com/watch?v=uAxQbyEqLm8

http://www.youtube.com/watch?v=gXOkPAjMxi4

https://www.youtube.com/watch?v=5MEPK0K5s8Q

Downloads

Publicado

2019-09-11

Como Citar

ROSA, L. F. Etnografia da roda de choro do Instituto Casa da Cidade. Orfeu, Florianópolis, v. 4, n. 1, p. 27-48, 2019. DOI: 10.5965/2525530404012019027. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/orfeu/article/view/1059652525530404012019027. Acesso em: 5 fev. 2023.