Sobre o poder e a arte da palavra: texto e vida no trabalho com as crianças

Autores

  • Ana Luiza Bustamante Smolka Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP – Campinas/SP

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984723823512022140

Palavras-chave:

trabalho pedagógico, produção literária, literatura infantil, arte, perspectiva histórico-cultural

Resumo

A autora toma duas questões como disparadoras de suas considerações neste texto: uma sobre as condições de participação das crianças pequenas na produção da cultura; outra sobre as políticas governamentais a respeito de cartilhas e livros didáticos. Rememorando vivências de ensino e pesquisa que envolveram professoras em formação e crianças na fase inicial da escrita há quatro décadas, ela compartilha aspectos de sua trajetória, ao narrar o trabalho pedagógico, realizado com uma turma de 1º ano, que teve por base a literatura infantil. As condições de confinamento escolar e restrição material na época de lutas e abertura política há 40 anos são colocadas em contraposição às condições do isolamento social e acelerada transformação tecnológica, concomitante ao retrocesso político e humanitário que vivenciamos nos tempos de pandemia. No movimento das transformações históricas e no enfrentamento dos desafios que continuamente se apresentam, o poder e a arte da palavra literária são relevados como lócus de elaboração e objetivação de afetos, sentimentos e pensamentos, potencializando a atividade criadora de professoras e crianças no contexto da escolarização formal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo, Hucitec, 1981.

BAKHTIN, Mikhail. Questões de literatura e estética. São Paulo: Unesp/Hucitec, 1988.

BRANDÃO, Carlos. R. Lutar com a palavra: escritos sobre o trabalho do educador. Rio de Janeiro, Edições Graal, 1982.

CATINI, Carolina R. A educação bancária, “com um Itaú de vantagens”. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Salvador, v. 13, n. 1, p. 90-118, abr. 2021.

FREIRE, Paulo. A pedagogia do oprimido. Rio de janeiro, Paz e terra. 1980.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler. São Paulo, Cortez/Autores Associados. 1. ed. 1981.

FREITAS, Luiz Carlos de. Os reformadores empresariais da educação e a disputa pelo controle do processo pedagógico na escola. Educação e Sociedade, Campinas, v. 35, n. 129, p. 1085-1114, out./dez. 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/xm7bSyCfyKm64zWGNbdy4Gx/?format=pdf&lang=pt.

MELLO, Thiago. Faz escuro mas eu canto. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1981.

PINO, Angel. O social e o cultural na obra de Lev. S. Vigostki. Educação e Sociedade, Campinas, S. P., v. 71, p. 45-78, 2000.

PINO, Angel. A produção imaginária e a formação do sentido estético. Pro-posições, (Unicamp), v. 1, p. 47-70, 2006.

PINO, Angel. As marcas do humano: pistas para o conhecimento da nossa identidade pessoal. Educação e Sociedade, Campinas, v. 39, no. 142, p.227-236, jan./mar., 2018.

ZILBERMAN, Regina; MAGALHÃES, Ligia C. Literatura Infantil: autoritarismo e emancipação. São Paulo: Ática, 1982.

MARX, Karl. O 18 Brumário. São Paulo: Boitempo, 2011.

SMOLKA, Ana Luiza B. Projeto de incentivo à leitura: relatório MEC/SESU/FLE, 1984. [S.l.: s.n., 1984]. Não publicado.

TANURI, Leonor. M. História da formação de professores. Revista Brasileira de Educação, Anped, n. 14, p. 61-88, maio/ago. 2000.

VYIGOTSKI, Lev. S. Teoria e método em psicologia. São Paulo: Martins Fontes, 1996a.

VYGOTSKI, Lev S. Psicologia da Arte. São Paulo, Martins Fontes, 1999.

VYGOTSKI, Lev S. Psicologia concreta: o manuscrito de 1929. Educação e Sociedade, Campinas, n. 71, p. 21-44, 2000.

VYGOTSKI, Lev S. Imaginacão e criação na infância. São Paulo, Ática, 2009.

VYGOTSKI, Lev S. Obras Escogidas, v. IV, Paidología del adolescente/Problemas de la psicología infantil. Madrid: Visor Distribuiciones, S.A., 1996b.

VIGOTSKI, Lev S. Sete Aulas sobre os Fundamentos de Pedologia. Rio de Janeiro, E-papers, 2018.

Downloads

Publicado

2022-05-05

Como Citar

SMOLKA, A. L. B. . Sobre o poder e a arte da palavra: texto e vida no trabalho com as crianças. Revista Linhas, Florianópolis, v. 23, n. 51, p. 140 - 159, 2022. DOI: 10.5965/1984723823512022140. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/view/22026. Acesso em: 3 jul. 2022.