Avaliação da aprendizagem na educação infantil: um estudo exploratório em 125 municípios brasileiros

Autores

Resumo

Este artigo visa socializar parte dos resultados advindos da pesquisa realizada por solicitação da Coordenação Geral da Educação Infantil (COEDI)/Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (SEB/MEC), com apoio da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), que buscou verificar se as orientações federais relativas à avaliação da aprendizagem das crianças expressas na legislação vigente e documentos normativos da área são compreendidas, implementadas e utilizadas pelas redes municipais de educação infantil e suficientes para garantir que a avaliação ocorra de forma alinhada aos fins e objetivos da educação infantil. Para tal, foram mapeadas iniciativas municipais de avaliação da aprendizagem das crianças matriculadas na educação infantil e no primeiro ano do ensino fundamental de 125 municípios brasileiros, distribuídos em 22 estados, com vistas a melhor compreender no que consistem essas iniciativas e, assim, fomentar o debate na área. Os dados analisados, provenientes de um survey respondido por mais de 200 conselheiros e/ou dirigentes municipais de educação, e também da análise de 23 instrumentos avaliativos, apontam que há ainda um longo caminho a ser percorrido na construção e consolidação de uma avaliação de aprendizagem na educação infantil na perspectiva da garantia dos direitos fundamentais das crianças.

Palavras-chave: Educação Infantil. Avaliação da Aprendizagem. Avaliação de Crianças. Educação de Crianças. Avaliação Educacional. Aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-05-16

Como Citar

RIBEIRO, B. Avaliação da aprendizagem na educação infantil: um estudo exploratório em 125 municípios brasileiros. Revista Linhas, Florianópolis, v. 19, n. 40, p. 218 - 245, 2018. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723819402018218. Acesso em: 6 dez. 2022.