Educação literária em Portugal: os documentos oficiais, a voz e as práticas dos docentes

Autores

  • Fernando Fraga de Azevedo Universidade do Minho - Braga
  • Angela Balça Universidade de Évora

Resumo

O presente estudo pretende descrever, analisar e discutir como a Educação Literária está presente na escola, em Portugal, através dos documentos programáticos oficiais e das vozes e práticas dos docentes. O estudo aborda os documentos para a educação pré-escolar e para o 1.º ciclo do ensino básico. Os principais objetivos do estudo são: conhecer os documentos programáticos oficiais em relação à educação literária; compreender como esses documentos apresentam a educação literária; conhecer as conceções e as práticas dos docentes sobre a educação literária. Para este estudo convocámos uma metodologia assente na leitura crítica e reflexiva dos documentos e recorremos a vários estudos para conhecer as conceções e as práticas dos docentes. Os resultados do estudo permitem-nos concluir que a educação literária está presente nos documentos programáticos oficiais; todavia estes documentos nem sempre apontam práticas consentâneas com a promoção de uma verdadeira educação literária. Os docentes apresentam por vezes conceções pouco congruentes com o fomento de práticas que estimulem uma educação literária.

Palavras-chave: Educação Literária. Literatura. Escola. Educação Pré-Escolar. Ensino Básico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Fraga de Azevedo, Universidade do Minho - Braga

Tem experiência na área de Educação e Letras, com ênfase em Literatura Infantil e Juvenil, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura

Angela Balça, Universidade de Évora

Tem experiência na área de Educação e Letras, com ênfase em Ditática da Língua Portuguesa e literatura Literatura Infantil e Juvenil, atuando principalmente nos seguin

Downloads

Publicado

2017-07-21

Como Citar

AZEVEDO, F. F. de; BALÇA, A. Educação literária em Portugal: os documentos oficiais, a voz e as práticas dos docentes. Revista Linhas, Florianópolis, v. 18, n. 37, p. 131 - 153, 2017. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723818372017131. Acesso em: 28 jan. 2023.