Paulo Bruscky: intervenções e deslocamentos de sentido no espaço urbano

Autores

  • Pamella Emília Queiroz Araújo Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312909112014143

Resumo

Paulo Bruscky é um artista brasileiro reconhecido internacionalmente pela sua ampla produção intermídia que abrange trabalhos com xerox, arte postal, poesia visual, desenho, pintura, apropriação, colagem e fotografia. Além disso o artista desenvolveu inúmeras performances, intervenções urbanas, instruções, xerofilmes e livros de artista. Com o objetivo de refletir sobre possíveis desdobramentos da arte contemporânea na esfera urbana, são tecidas relações entre algumas de suas proposições artísticas durante as décadas de 70 e 80 e as práticas situacionistas iniciadas na França em meados do século XX, a partir dos escritos de Guy-Ernst Debord e da revista Internacional Situacionista (IS). São apresentados trabalhos realizados por Bruscky, nos quais a cidade e seus ocupantes tem um papel central em sua concepção e realização, um recorte que paralelamente dialoga com alguns termos situacionistas como deriva, desvio e psicogeografia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-06-06

Como Citar

ARAÚJO, P. E. Q. Paulo Bruscky: intervenções e deslocamentos de sentido no espaço urbano. DAPesquisa, Florianópolis, v. 9, n. 11, p. 143-153, 2014. DOI: 10.5965/1808312909112014143. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/8187. Acesso em: 4 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos