O conceito de tonalidade segundo François-Joseph Fétis: tradução comentada de um artigo de divulgação de Robert Wangermée

Autores

  • Sergio Paulo Ribeiro de Freitas Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC
  • Edilamar Ilha Librelotto

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312911162016254

Resumo

Quem foi François-Joseph Fétis? Qual a relação deste personagem, ilustre e desconhecido, com o termo “tonalidade” que atualmente empregamos tão corriqueiramente? Quais as principais repercussões de suas análises e concepções? Como suas contribuições afetaram ou ainda afetam os campos da crítica, da musicologia e da pedagogia musical? Procurando respostas para perguntas deste tipo, apresenta-se aqui uma tradução comentada de um artigo de divulgação, publicado originalmente na Revue Belge de Musicologie em 1998, de autoria de Robert Wangermée, um dos mais destacados estudiosos da vida e obra de François-Joseph Fétis. Contextualizando o personagem em seu tempo, o texto traça um perfil biográfico de Fétis, dá noção de sua impressionante produção bibliográfica, sumariza sua compreensão da noção de tonalidade e descreve, em linhas gerais, os fundamentos do sistema de quatro ordens – unitônica, transitônica, pluritônica e omnitonica – elaborado por este que já foi considerado um dos mais influentes teóricos musicais da primeira metade do século XIX ou mesmo um dos mais importantes estudiosos musicais de todos os tempos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sergio Paulo Ribeiro de Freitas, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

Sérgio Paulo Ribeiro de Freitas é professor na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC, Florianópolis) e membro dos grupos de pesquisa “Processos músico-instrumentais” (UDESC) e “Música Popular: história, produção e linguagem” (UNICAMP). É doutor em Música pela Universidade Estadual de Campinas e atua nas áreas de teoria, análise musical, contraponto, arranjo e harmonia tonal.

Downloads

Publicado

2016-08-31

Como Citar

FREITAS, S. P. R. de; LIBRELOTTO, E. I. O conceito de tonalidade segundo François-Joseph Fétis: tradução comentada de um artigo de divulgação de Robert Wangermée. DAPesquisa, Florianópolis, v. 11, n. 16, p. 254-275, 2016. DOI: 10.5965/1808312911162016254. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/6904. Acesso em: 28 jul. 2021.

Edição

Seção

Tradução