A mediação teatral com adolescentes no Pibid teatro UFMG

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312914242019025

Palavras-chave:

Pibid, Formação de professores, Teatro escolar, Teatro e juventude, Teatro na educação

Resumo

O presente relato de experiência é fruto de uma prática de ensino, a qual buscou aproximar um espetáculo teatral de adolescentes da Escola Municipal Aurélio Pires e os participantes do Programa de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) subprojeto Teatro, da Universidade Federal de Minas Gerais. Para tanto foi realizada uma curadoria de um espetáculo com uma temática/linguagem que poderia ser de interesse dos jovens. Após essa escolha, foi realizada uma preparação dos alunos para a ida ao teatro, a fruição do espetáculo e um desdobramento da proposta com a vinda de atores do grupo à escola, na concepção abordada por Desgranges (2008). Entende-se que há uma carência de espetáculos teatrais destinados ao público juvenil e é preciso criar oportunidades para a juventude usufruir do evento teatral, interferir e compor dramaturgias específicas. Compreende-se, também, que é função do professor de teatro promover a ida a eventos teatrais, a fim de promover o acesso dos estudantes aos bens culturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Carvalho de Figueiredo, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG

Professor do curso de graduação em Teatro e da Pós-Graduação em Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). É doutor em Artes pela mesma universidade.

Mariana Azevedo, UFMG

Professora de Teatro e Circo.

Referências

CARVALHO, Adélia Aparecida da Silva. Teatro negro: uma poética das encruzilhadas. 2013. Dissertação (Mestrado em Estudos Literários) – Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2013. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/ECAP-956LHG. Acesso em: 12 nov. 2019.

DESGRANGES, Flávio. Anotações sobre o projeto formação de público. Urdimento, Florianópolis, v. 1, n. 10, p. 75-83, dez. 2008. Disponível em: http://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101102008075. Acesso em: 12 nov. 2019.

FALKEMBACH, Maria Fonseca; FERREIRA, Taís. Teatro e Dança nos anos iniciais. Porto Alegre: Mediação, 2012.

FIGUEIREDO, Ricardo Carvalho de. A dimensão coletiva na criação: o processo colaborativo no Galpão Cine-Horto. 2007. Dissertação (Mestrado em Artes) – Escola de Belas Artes, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2007. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/JSSS-7X3GK2. Acesso em: 12 nov. 2019.

GROPPO, Luís Antonio. Juventude: ensaios sobre sociologia e história das juventudes modernas. Rio de Janeiro: Difel, 2000.

KOUDELA, Ingrid Dormien. A ida ao teatro. Programa Cultura é Currículo. São Paulo, 2010. Disponível em: http://culturaecurriculo.fde.sp.gov.br/administracao/Anexos/Documentos/420090630140316A%20ida%20ao%20teatro.pdf. Acesso em: 12 nov. 2019.

PAIS, José Machado. Culturas juvenis. Lisboa: Imprensa Nacional, 1996.

PUPO, Maria Lúcia. No reino da desigualdade: teatro infantil em São Paulo nos anos setenta. São Paulo: Perspectiva, 1991.

RAPPAPORT, Clara Regina. Encarando a adolescência. 8. ed. São Paulo: Ática, 2001.

ROLDÃO, Maria do Céu. Formar para a excelência profissional: pressupostos e rupturas nos níveis iniciais da docência. Educação e Linguagem, São Bernardo do Campo, v. 10, n. 15, p. 18-42, jan./jun. 2007. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/EL/article/view/155. Acesso em: 12 nov. 2019.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. Escola de Belas Artes. A peça O Mistério da Bomba H___ tem apresentação na Campanha de Popularização do Teatro. Acontece, Belo Horizonte, 11 jan. 2013. Disponível em: https://eba.ufmg.br/acontece/2013/20130111-TeatroOriundoHildebrando.html. Acesso em: 19 nov. 2019.

Publicado

2019-12-02

Como Citar

FIGUEIREDO, R. C. de; AZEVEDO, M. A mediação teatral com adolescentes no Pibid teatro UFMG. DAPesquisa, Florianópolis, v. 14, n. 24, p. 025-036, 2019. DOI: 10.5965/1808312914242019025. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/1808312914242019025. Acesso em: 28 jul. 2021.

Edição

Seção

Artigos