Agitporn Colômbia:

“Do pornô ao bioterrorismo” (2018)

Autores

  • Lígia Marina de Almeida Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312915252020e0023

Palavras-chave:

Teatro-Programas, Indígenas da América do Sul - Colômbia -Temas, motivos, Performance (Arte)

Resumo

AGITPORN COLÔMBIA: "Do pornô ao bioterrorismo" (2018) é um zine-roteiro, um “programa performativo”, para performances diárias criado no e para o contexto colombiano, no entanto também pode ser traduzido para diversos outros contextos latinoamericanos. É um dos frutos da pesquisa de doutoramento ABC da luta dos povos originários do Brasil: performances, pedagogias, propagandas e (imagens) políticas pela descolonização social que desenvolvo no PPGT-UDESC sob orientação da Profa. Dra. Fátima Costa de Lima e da residência artística Abejas TAPIOCA que realizei, junto ao coletivo Corporación TAPIOCA e contemplado pelo IBERESCENA, entre julho e setembro de 2018 em parceira com comunidades indígenas "desplazadas" de seus territórios originários pela guerrilha e/ou narcotráfico. Esta publicação é uma tradução do espanhol com uma pequena introdução e uma troca de mensagens eletrônicas feitas para a revista DAPesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, L. M. de. Agit-Porn Colombia,"del porno al bioterrorismo". Resultado de la residencia artística Abejas Tapica [Colombia]. [S. l.] : IBERESCENA, 2018. Website: IBERESCENA, Creación Dramatúrgica y Coreográfica. Disponível em: http://www.iberescena.org/Files/Dramaturgias/Dramaturgia_d678253f-3832-430a-acf0-5aa812f46cea.pdf. Acesso em 20 set. 2020.

Publicado

2020-10-20

Como Citar

ALMEIDA, L. M. de. Agitporn Colômbia:: “Do pornô ao bioterrorismo” (2018). DAPesquisa, Florianópolis, v. 15, n. esp., p. 01-22, 2020. DOI: 10.5965/1808312915252020e0023. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/17947. Acesso em: 16 maio. 2021.