O sinistro na dramaturgia de Daniel Veronese

Autores

  • André Luiz Antunes Netto Carreira Udesc
  • André Felipe Costa Silva Udesc

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312904062009140

Palavras-chave:

dramaturgia, Daniel Veronese, Sigmund Freud, sinistro

Resumo

Neste texto tenho como intuito analisar a dramaturgia de Daniel Veronese e desco- brir os meios pelos quais se torna possível a articulação desta com o conceito freudiano de sinistro. O artigo pretende, portanto, compreender e delimitar o conceito do sinistro e sua relação com a escrita de Daniel Veronese, bem como investigar a cerca da poética do autor. Com este texto tenho a intenção de dar início às questões concernentes ao meu trabalho de conclusão de curso a ser realizado no semestre 2009/2.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-11-12

Como Citar

ANTUNES NETTO CARREIRA, A. L.; COSTA SILVA, A. F. O sinistro na dramaturgia de Daniel Veronese. DAPesquisa, Florianópolis, v. 4, n. 6, p. 140-145, 2018. DOI: 10.5965/1808312904062009140. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/14163. Acesso em: 3 ago. 2021.

Edição

Seção

Artes Cênicas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)