Formação e resistênica: vestígios da ética copeliana no teatro de grupo

Autores

  • José Ronaldo Faleiro Udesc
  • Naiara Alice Bertoli Udesc
  • Gabriela Corrêa Gianetti Udesc

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312904062009085

Palavras-chave:

Copeau, ética, teatro de grupo,

Resumo

O presente estudo pretende refletir sobre como as visões éticas de Jacques Copeau empregadas em sua renovação na arte teatral no início do século XX, norteiam o fazer con- temporâneo dentro do conceito de teatro de grupo. E ainda, diante desse paralelo através do tempo, proponho essa relação como uma das prerrogativas para um teatro que alcance um diálogo com os espectadores de seu tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-11-12

Como Citar

RONALDO FALEIRO, J.; ALICE BERTOLI, N.; CORRÊA GIANETTI, G. Formação e resistênica: vestígios da ética copeliana no teatro de grupo. DAPesquisa, Florianópolis, v. 4, n. 6, p. 085-092, 2018. DOI: 10.5965/1808312904062009085. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/14152. Acesso em: 17 out. 2021.

Edição

Seção

Artes Cênicas