Um olhar sobre o carnaval em desterro na segunda metade do século XIX a partir da atuação das sociedades carnavalescas

Autores

  • Otildes Costa Furtado Pamplona Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Marcos Tadeu Holler Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312905072010346

Palavras-chave:

história da música em Santa Catarina, história da música em desterro, sociedades carnavalescas, carnaval

Resumo

A cidade de Desterro, atual Florianópolis, manteve a tradição de comemorar o carnaval com folguedos populares, eventos realizados por clubes e, notadamente, através das sociedades carnavalescas. Tais entidades, criadas no final da década de 1850, tornaram- -se os pilares do carnaval desterrense promovendo diversas festividades divulgadas pela imprensa da época. Este artigo aborda o carnaval em Desterro a partir da atuação das sociedades carnavalescas na segunda metade do século XIX. Como resultado da pesquisa realizada no acervo de jornais e periódicos da Biblioteca Pública do Estado de Santa Catarina, tem como objetivo conhecer as manifestações mais características e identificar os elementos presentes em sua trajetória. Da leitura dos jornais pôde-se concluir que o carnaval desterrense constituía-se em uma expressiva manifestação cultural, um acontecimento de grande importância e significação para a comunidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-10-31

Como Citar

COSTA FURTADO PAMPLONA, O.; TADEU HOLLER, M. Um olhar sobre o carnaval em desterro na segunda metade do século XIX a partir da atuação das sociedades carnavalescas. DAPesquisa, Florianópolis, v. 5, n. 7, p. 346-362, 2018. DOI: 10.5965/1808312905072010346. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/14103. Acesso em: 19 out. 2021.

Edição

Seção

Música

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)