Relato da criação de arranjos para violão e voz a partir de matrizes Afro-brasileiras encontradas em Mário de Andrade

Autores

  • Jylson J. Martins Junior Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Luiz Henrique Fiaminghi Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312906082011450

Palavras-chave:

Mário de Andrade, música afro-brasileira, violão e voz

Resumo

Este trabalho descreve uma pesquisa na área da Etnomusicologia, através da problematização da essência das músicas dos rituais religiosos afro-brasileiros por um viés fenomenológico. A metodologia dividiu-se entre as leituras dos textos, audições de registros fonográficos e, também, do estudo dos registros musicais das músicas dos rituais do candomblé, a partir das notações contidas em obras de Mário de Andrade. Posteriormente, houve a interpretação destas músicas, utilizando-se do violão e da voz como meios de releitura deste material. A resultante deste processo culminou com dois arranjos do canto de Oxalá e, os registros desta experiência, corroboraram no processo. Como conclusão, percebe-se que a aproximação de fazeres musicais se dá de muitas maneiras e, através do convívio social e musical, revelando-se também importantes elementos no processo de formação da identidade brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-10-25

Como Citar

MARTINS JUNIOR, J. J.; FIAMINGHI, L. H. Relato da criação de arranjos para violão e voz a partir de matrizes Afro-brasileiras encontradas em Mário de Andrade. DAPesquisa, Florianópolis, v. 6, n. 8, p. 450-469, 2018. DOI: 10.5965/1808312906082011450. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/14028. Acesso em: 5 ago. 2021.

Edição

Seção

Música