Interseções entre paisagem e retrato na obra de mulheres artistas da América Latina: A produção artística de Ana Mendieta

Autores

  • Jacqueline Wildi Lins Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312906082011273

Palavras-chave:

paisagem, retrato, alteridade e identidade, Ana Mendieta

Resumo

O presente texto explora os possíveis nexos entre paisagem e retrato na produção artística contemporânea, focando a obra de Ana Mendieta. Trata-se de pensar o corpo humano como paisagem (ou vice-versa) com base em uma poética da “representabilidade” (Didi-Huberman) e de espaços inventados (Caillois). Na história da arte, o corpo sempre foi utilizado pelos artistas como suporte ou mesmo como obra de arte em potencial. De fato, nesse incessante processo de reinvenção do corpo como objeto de arte nascem retratos como paisagens e paisagens como retratos, os quais colocam em evidência os problemas da visibilidade, da alteridade e da identidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-10-25

Como Citar

LINS, J. W. Interseções entre paisagem e retrato na obra de mulheres artistas da América Latina: A produção artística de Ana Mendieta. DAPesquisa, Florianópolis, v. 6, n. 8, p. 273-286, 2018. DOI: 10.5965/1808312906082011273. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/14016. Acesso em: 23 set. 2021.

Edição

Seção

Artes Visuais