Reflexões sobre autoria em processos teatrais coletivos

Autores

  • Ligia Batista Ferreira Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312906082011115

Palavras-chave:

tatro de grupo, processos coletivos, autoria, dramaturgia

Resumo

O presente artigo trata do teatro de animação brasileiro, mais especificamente no que conEste artigo discute a questão da autoria em processos teatrais coletivizados no teatro de grupo brasileiro, entendidos aqui como processos que têm como premissa relações dialogadas entre os integrantes do grupo, prezando pela não-hegemonia de uma função sobre a outra. O texto discute a possibilidade de uma autoria polifônica, onde as diversas vozes contidas no processo artístico criam e compõem o texto dramatúrgico e cênico. No texto discorro sobre a criação dos processos coletivizados no Brasil, discuto sobre algumas concepções a respeito do conceito de autoria, bem como analiso o estatuto do texto no teatro e as possíveis novas concepções dramatúrgicas contemporâneas. Além disso, analiso o texto do espetáculo VemVai da Cia. Livre, companhia pertencente ao movimento de teatro de grupo, em atividade na cidade de São Paulo há mais de dez anos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-10-25

Como Citar

FERREIRA, L. B. Reflexões sobre autoria em processos teatrais coletivos. DAPesquisa, Florianópolis, v. 6, n. 8, p. 115-128, 2018. DOI: 10.5965/1808312906082011115. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/13997. Acesso em: 23 set. 2021.

Edição

Seção

Artes Cênicas