Cultura e Educação na Amazônia Oriental: Práticas corporais na comunidade Parkatêjê

Autores

  • Mauricio Martins Cabral Universidade do Sul e Sudeste do Pará
  • Alexandre Silva dos Santos Filho Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984317813022017008

Palavras-chave:

Educação, Indígena, Comunidade Parkatêjê, Cultura indígena, Práticas Corporais.

Resumo

É um estudo sobre as práticas corporais na comunidade Parkatêjê, localizada na Amazônia Oriental, no sudeste paraense. Tem como objetivo refletir sobre a educação escolar indígena e atividades corporais desenvolvidas no contexto cultural indígena desta comunidade. Para tanto, usa-se a metodológica qualitativa com enfoque na observação participante, caracterizada pelo estudo Etnográfico; traz ainda abordagem das narrativas orais através dos relatos dos mais velhos da comunidade Parkatêjê. É uma pesquisa de mestrado em andamento que tem um primeiro momento o estudo de treze práticas corporais, sendo estas organizadas a partir das atividades educacionais desenvolvidas na Escola Indígena Estadual de Educação Infantil, fundamental e Médio “Peptykre Parkatêjê” com os alunos indígenas. A pesquisa tem levantado dados importantíssimos a acerca dessas práticas – entendendo que elas levam consigo sentidos e significados muito importantes para a revitalização cultural dessa comunidade. As práticas corporais da comunidade em questão traz consigo um poder de endoculturação muito significativo para o processo educacional tradicional indígena dessa comunidade, levando em consideração os saberes que se encontram intrínsecos em cada uma dessas práticas. Palavras-chave: Educação Escolar indígena. Comunidade Parkatêjê. Cultura indígena. Práticas Corporais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mauricio Martins Cabral, Universidade do Sul e Sudeste do Pará

Professor e coordenador pedagógico do Ensino Fundamental e Médio da rede pública do município de Marabá - Pará. Graduado em História, Pedagogia e Educação Física. Especialista em Psicopedagogia, Educação Especial, Ciências do esporte e Mestrando no Programa e Dinâmicas Territoriais e Sociedade na Amazônia - PDTSA, UNIFESSPA.

Alexandre Silva dos Santos Filho, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Professor Dr. Orientador do curso de Mestrado em Dinâmicas Territoriais e Sociedade na Amazônia (PDTSA) pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará – UNIFESSPA.

Referências

BELTRÃO, Jane Felipe. Povos indígenas na Amazonas p. 31. Belém: Coleções Estudos Amazônicos, 2012.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. A educação como cultura. São Paulo: Brasiliense, 1985.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é Educação. Col. Primeiros passos. São Paulo: Brasiliense, 2007.

BRASIL, 1998. Referencial curricular nacional para as escolas indígenas/Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental.

FERNÁNDEZ, E. "Como conjugar a universalidade dos direitos a diversidade cultural?", 2003.

FERRAZ, Iara. Os índios Gaviões: observações sobre uma situação crítica. Iara Ferraz. [S.l.]: [s.n.], 1982.

FUNDAÇÃO NACIONAL DO ÍNDIO – FUNAI. Disponível em: <http://www.funai.gov.br >. Acesso em: 12 dez. 2013.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5ª ed. São Paulo: Atlas, 2010.

KRÔHÔKRENHUM, Toprãmre Jõpaipaire. MÊ YKWYTEKJÊ RI: Isto Pertence ao Meu Povo. 1ª ed. Marabá, PA: GKNORONHA, 2011.

LUCIANO, Gersem dos Santos. O Índio Brasileiro: o que você precisa saber sobre os povos indígenas no Brasil de hoje. /Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Brasília: LACED/Museu Nacional, 2006.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da percepção. (Tradução Carlos Alberto Ribeiro de Moura). São Paulo: Martins Fontes, 1999.

MINAYO, M. C. S. Técnicas de análises do material qualitativo. In: MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 11ed. São Paulo: Hucitec, 2008.

NIMUENDAJÚ, C. Textos indigenistas. São Paulo: Loyola, 1982.

Rev. Bras. Ciênc. Esporte, Florianópolis, v. 32, n. 2-4, p. 59-74, dez. 2010.

ARTHUR JOSÉ MEDEIROS DE ALMEIDA, DRA. DULCE MARIA FILGUEIRA DE ALMEIDA, DRA. BELENI SALETE GRANDO. SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre as ciências. 2ª. ed. Porto, Afrontamento, 1988, 60 p.

SCHNEIDER, Juliana Medeiros. Educação escolar indígena: a escola e os velhos no ensino da história kaingang. Revista História Hoje vol. 1 n. 02, issn 1806-3993. Biênio: Agosto de 2011 a Julho de 2013.

TERRAS INDÍGENAS. <http://www.censo2010.ibge.gov.br/terrasindigenas> Acesso em: 22 dez. 2013

Downloads

Publicado

2017-08-01

Como Citar

CABRAL, M. M.; DOS SANTOS FILHO, A. S. Cultura e Educação na Amazônia Oriental: Práticas corporais na comunidade Parkatêjê. Revista Educação, Artes e Inclusão, Florianópolis, v. 13, n. 2, p. 008-032, 2017. DOI: 10.5965/1984317813022017008. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/arteinclusao/article/view/9017. Acesso em: 4 dez. 2022.