Qual é o perfil de quem pode entrar? Uma análise dos testes de habilidades específicas de cursos de Licenciatura em Música de Universidades Federais

Autores

  • Renan Santiago de Sousa Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Ednardo Monteiro Gonzaga do Monti Universidade Federal do Piauí

Palavras-chave:

Teste de Habilidade Específica, Licenciatura em Música, Pierre Bourdieu, Multiculturalismo, Educação Musical

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo analisar como os Testes de Habilidade Específicas das Licenciaturas em Música podem funcionar como formas de reprodução do caráter elitista das universidades ou como uma ferramenta para a mudança de tal realidade. Para tal, foi feita análise documental dos editais que regulamentam os Testes de Habilidade Específica de cursos Licenciatura em Música das universidades federais que oferecem tal curso no Brasil (34, no total). Como resultado, pôde-se perceber que os aspectos teóricos da teoria musical europeia são muito valorizados enquanto outros padrões teóricos são omitidos. No que se refere às habilidades práticas, tem-se que os editais priorizam a música erudita, porém, o número de editais que também cobra um repertório formado por músicas populares também é significativo, mas, geralmente, as musicalidades midiáticas são ignoradas. Argumenta-se que os itens cobrados nessa forma de avaliação têm servido como uma maneira de se selecionar um tipo de estudante que se encaixe naquilo que uma dada instituição deseja, enquanto outros perfis são excluídos do cotidiano universitário.

Biografia do Autor

Renan Santiago de Sousa, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutorando em Educação (UFRJ). Mestre em Educação (UFRJ). Licenciado em Música (CBM-CEU). Licenciando em Pedagogia (UNIRIO)

Ednardo Monteiro Gonzaga do Monti, Universidade Federal do Piauí

Doutor em Educação (UERJ). Mestre em Educação (UCP). Bacharel e Licenciado em Música (CBM-CEU). Licenciado em Pedagogia (UNINOVE). Professor da UFPI (graduação em Música e pós-graduação em Educação)

Referências

BATISTA, Aline Cleide Batista; SILVA JUNIOR, Paulo Melgaço da; CANEN, Ana. Em busca de um dialogo entre Plano Nacional de Educação (PNE), Formação de professores e multi/interculturalismo. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 21, n. 79, p. 253-267, abr./jun. 2013.

BRASIL. Lei 11.769 de 18 de agosto de 2008. Altera a Lei n. 9394/96, para dispor sobre a obrigatoriedade do ensino de música na educação básica. Brasília: Presidência da República, 2008.

______. Lei 13.278 de 2 de maio de 2016. Altera o § 6o do art. 26 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que fixa as diretrizes e bases da educação nacional, referente ao ensino da arte. Brasília: Presidência da República, 2008.

BOURDIEU, Pierre. A escola conservadora: as desigualdades frente à escola e à cultura. In.: CATANI, Afrânio; NOGUEIRA, Maria Alice (Orgs.). Pierre Bourdieu: Escritos de Educação. 15. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014a.

BOURDIEU, Pierre. O futuro da classe e a casualidade do provável. In.: CATANI, Afrânio; NOGUEIRA, Maria Alice (Orgs.). Pierre Bourdieu: Escritos de Educação. 15. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014b.

______. Pierre; PASSERON, Jean-Claude. A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. Petrópolis: Vozes, 2011.

FIGUEIREDO, Sergio Luiz Ferreira de; MEURER, Rafael Prim. Educação musical no currículo escolar: uma análise dos impactos da Lei nº 11.769/08. Opus, v. 22, n. 2, p. 515-542, dez. 2016.

GREIF, E. L. Ensinar e aprender música: o Bandão no caso Escola Portátil de Música. Tese. (Doutorado em Música) – Programa de Pós-Graduação em Música, 2007.

______. A aprendizagem musical no bandão da escola portátil de Música. In. Anais... XI Colóquio de Pós-Graduação em Música da UNIRIO, 2006. Rio de Janeiro: UNIRIO, 2006.

JARDIM, V. L. G. Da arte à educação: A música nas escolas públicas 1838 – 1971. Tese (Doutorado em Educação). São Paulo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2008.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária, 1986.

LUEDY, Eduardo. Discursos acadêmicos em música: cultura e pedagogia em práticas de formação superior. 2009. 325f. Tese (Doutorado em Música) - Universidade Federal da Bahia, Escola de Música, 2009.

PENNA, Maura. Música(s) e seu ensino. Porto Alegre: Sulina, 2012

_______. Desafios para a educação musical: ultrapassar oposições e promover o diálogo. Revista da ABEM, Porto Alegre, V. 13, 35-43, mar. 2006.

_______. Poéticas musicais e práticas sociais: reflexões sobre a educação musical diante da diversidade. Revista da ABEM, Porto Alegre, V. 13, 7-16, set., 2005

PEREIRA, Marcus Vinícius Medeiros. Licenciatura em música e habitus conservatorial: analisando o currículo. Revista da ABEM. Londrina, v.22, n. 32, p. 90-103, jan/jun., 2014.

_______. O currículo das licenciaturas em música: compreendendo o habitus conservatorial como ideologia incorporada . Arteriais - Revista do PPGArtes, ICA-UFPA, n. 01, 2015

SANTIAGO, Renan; MONTI, E. M. G. Um olhar multicultural: algumas contribuições para a atuação do professor de música da educação básica. Travessias (UNIOESTE. Online), v. 10, p. 73-88, 2016.

_______.; MONTI, E. M. G. Multiculturalismo e pós-modernidade: reflexões sobre cultura, educação musical e currículo educacional. Pesquisa e Música, v. 13, p. 112-126, 2014.

_______.; IVENICKI, A. . Diversidade Musical e formação de professores(as): qual música forma o(a) professor(a) de Música? Revista da FAEEBA- Educação e Contemporaneidade, v. 26, p. 187-204, 2017.

_______.; IVENICKI, A. . Multiculturalismo na formação de professores de música: o caso de três instituições de ensino superior da cidade do Rio de Janeiro. Opus (Belo Horizonte. Online), v. 22, p. 170, 2016a.

_______.; IVENICKI, A. Música e diversidade cultural: divergências entre ensino conservatorial e a teoria do multiculturalismo na formação do professor. Eventos Pedagógicos, v. 7, p. 943-962, 2016b.

_______.; IVENICKI, A. . Sentidos de Multiculturalismo: uma análise da produção acadêmica brasileira sobre educação musical. Revista da ABEM, v. 24, p. 55-70, 2016c.

_______.; IVENICKI, A. Multiculturalismo como política de inclusão/exclusão. Nuances, v. 27, p. 279-299, 2016d

SANTOS, R. M. S.; DIDIER, A. R.; VIEIRA, E. M.; ALFONZO, N. R. Pensar música, cultura e educação hoje. In: SANTOS, Regina Márcia Simão (org.). Música, Cultura e Educação: Os múltiplos espaços de educação musical. Porto Alegre: Sulina, 2012.

UFAL. EDITAL nº 02/2016, de 23/3/2016 Processo Seletivo UFAL 2016 – Curso de Licenciatura em Música, 2016. Disponível em http://www.copeve.ufal.br/sistema/anexos/Processo%20Seletivo%20UFAL%202016%20- 20Curso%20de%20Licenciatura%20em%20Musica/Edital%20De%20Abertura%20-%20N.%20022016-PROGRADUFAL%20(retificado%20em%2013-6-2016).pdf, acesso em 10/12/2017.

UFC. Licenciatura em Música – Ingresso, 2010. Disponível em http://www.musicasobral.ufc.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=53&Itemid=60, acesso em 10/12/2017.

UFCG. Teste de Habilidade Específica (THE), 2017. Disponível em http://www.comprov.ufcg.edu.br/files/Vestibulares/2017-musica/Teste%20de%20Habilidade%20Específica%202017.2%20-%20Música.pdf. Acesso em 10/12/2017.

UFOP. EDITAL COPEPS Nº 03/2017, DE 27 DE JANEIRO DE 2017, 2017. Disponível em http://www.vestibular.ufop.br/arqdown/CPS/Música_Licenc_2017/Edital_COPEPS_03_2017_Proc_Seletivo_Musica_2017.pdf, acesso em 1º/12/2017.

UFPB. PROCESSO SELETIVO DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO (PSCE) – 2017

CURSOS DE GRADUAÇÃO QUE EXIGEM PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO: Bacharelado em Música e Licenciatura em Música, 2017. Disponível em http://www.prg.ufpb.br/prg/codesc/processos-seletivos/psce/documentos/edital-psce-2017-musica-republicado.pdf/view, acesso em 10/12/2017.

UFPel. Bacharelados em Música, 2017. Disponível em http://wp.ufpel.edu.br/musica/ingresso/, acesso em 10/12/2017.

UNIPAMPA. PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA, 2014. Disponível em http://cursos.unipampa.edu.br/cursos/licenciaturaemmusica/files/2014/11/PPC_CURSO_DE_MÚSICA3.pdf, acesso em 10/12/2017.

UFRGS. Prova Específica do Concurso Vestibular 2018. Disponível em https://www.ufrgs.br/institutodeartes/index.php/musica-vestibular-e-provas-especificas/, acesso em 10/12/2017.

UnB. 1ª CERTIFICAÇÃO DE HABILIDADE ESPECÍFICA DE 2017 - EDITAL Nº 1 – 1ª HE/2017, DE 20 DE ABRIL DE 2017, 2017. Disponível em http://www.cespe.unb.br/vestibular/HE_17_2/arquivos/2___HE_2017_EDITAL_DE_ABERTURA.PDF, acesso em 10/12/2017.

XAVIER, Giseli Pereli de Moura; CANEN, Ana. Multiculturalismo e educação inclusiva: contribuições da universidade para a formação continuada de professores de escolas públicas no Rio de Janeiro. Pro-Posições, v. 19, n. 3 (57) - set./dez. 2008

Downloads

Publicado

2018-10-01