Etnografia da roda de choro do Instituto Casa da Cidade

Luciana Fernandes Rosa

Resumo


Este trabalho apresenta a etnografia de uma roda de choro ocorrida em julho de 2016 no Instituto Casa da Cidade, situado na Vila Madalena, São Paulo. A roda em questão, na época realizada mensalmente, era organizada por um músico veterano no cenário do choro paulistano e reunia músicos amadores, profissionais, estudantes e ouvintes. Foram observados aspectos do fazer musical da roda e o perfil de seus participantes sob a perspectiva de alguns autores ligados à etnomusicologia, entre eles Ruth Finnegan, Thomas Turino, John Blacking e  Etienne Wenger. A metodologia adotada foi etnografia com observação participante e entrevistas realizadas com frequentadores do evento. Conclui-se que a roda tem características que a diferem de outras rodas de choro da capital, por ter a participação de  músicos amadores e profissionais em um ambiente democrático e acolhedor, e por evidenciar aspectos de resgate da história pessoal dos músicos.

Texto completo:

PDF

Referências


BLACKING, J. Música, cultura e experiência. In Cadernos de Campo, n. 16, p. 201-218, 2007. http://www.revistas.usp.br/cadernosdecampo/article/view/50064

CAZES, H. Choro: do quintal ao Municipal. São Paulo: Editora 34, 1998.

FINNEGAN, R. The hidden musicians: making-music in an English town. Cambridge: Cambridge University Press, 1989.

FLACH, L.; ANTONELLO, C. S. Improvisação e Aprendizagem nas Organizações: Reflexões a partir da Metáfora da Improvisação no Teatro e na Música. In: Anais do 32o. Encontro Nacional da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração. Disp[onível em: http://www.anpad.org.br/admin/pdf/EOR-B755.pdf. Acesso em 15 de fevereiro de 2019. Rio de Janeiro: ANPAD, 2008.

LARA FILHO, I. G.; SILVA, G. T. da; FREIRE, R. D. Análise do contexto da Roda de Choro com base no conceito de ordem musical de John Blacking. Per Musi, Belo Horizonte, n.23, 2011, p.148-161.

PINTO, A. G. O Choro: Reminiscências dos Chorões antigos. Rio de Janeiro, Acari Records, 2014 (3a edição revisada e comentada. 1a edição de 1936).

TURINO, T. Music as Social Life: The Politics of Participation. Chicago: The University of Chicago Press, 2008.

WENGER , E. Communities of Practice: Learning, Meaning and Identity, Cambridge University Press, 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.5965/2525530404012019027

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores, diretórios e bases de dados

                       

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.