A escola primária no Rio Grande do Sul através das fotografias: espaços, sujeitos e cultura material (1924)

Tatiane de Freitas Ermel

Resumo


O estudo analisa um conjunto de 20 fotografias publicadas como anexo do Relatório da Diretoria de Instrução Pública do Estado do Rio Grande do Sul, em 1924. Propõe discutir como a fotografia constitui um fragmento para a investigação sobre a história da educação, representando formas escolares, discursos políticos, médicos e pedagógicos, que participaram da construção da Primeira República Brasileira (1889-1930). Identificamos a presença de 12 instituições, englobando colégios elementares, grupos escolares e escolas isoladas de sete municípios do Estado. Constatamos que a maioria das fotografias destaca o edifício escolar, presente nos discursos como fator de melhoria da qualidade da educação. Visualizamos também a presença do diretor, de professoras e alunos/as, representando visualmente uma nova organização escolar introduzida pelos princípios da escola graduada, com a incorporação novos sujeitos e agrupamento de docentes e alunos, de diferentes níveis de ensino, em um mesmo espaço escolar. 

Palavras-chave: Escola Primária. Fotografias. Primeira República. Arquitetura Escolar


Texto completo:

PDF


Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi
Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001
(48) (48) 3664-8585
revistalinhas@gmail.com