A herança weberiana n´Os herdeiros: entre o projeto moderno não realizado e a aposta na razão

Santiago Pich

Resumo


O artigo tem por objeto a compreensão do modus operandi da apropriação de conceitos e do método weberiano na obra de Pierre Bourdieu e Jean-Claude Passeron “Os Herdeiros – os estudantes e a cultura”. Sustentamos a ideia de que essa apropriação é referenciada em dois vetores: demonstrar o caráter mistificado e mistificador do modo de relação dos estudantes com o sistema de ensino, e como ferramenta que indica um projeto não realizado, que necessitaria ter na razão seu elemento balizador que possa ser levado a efeito. Entendemos que esse movimento resulta em uma aposta política dos autores sobre a configuração que o sistema de ensino deveria ter para cumprir a função social a ele atribuída no projeto moderno, em particular no que tange ao ideal da igualdade e à política francesa de democratização da educação.

Palavras-chave: Projeto educacional moderno; Educação superior; Método weberiano.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/1984723815292014251

Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi
Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001
(48) (48) 3664-8585
revistalinhas@gmail.com