[1]
A. J. Oliveira e G. Navarro, “A tensão entre o sagrado e o fazer teatral”, Urdimento, vol. 2, nº 27, p. 249-268, dez. 2016.