[1]
Vertchenko, H.B. 2019. Dos paratextos como “protocolos de leitura” na tradução de clássicos: o caso de Romeu e Julieta (1940). Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas. 2, 35 (set. 2019), 149-162. DOI:https://doi.org/10.5965/1414573102352019149.