Educação e branquitude: uma discussão com professores da educação básica

Autores

  • Maria Angélica Zubaran Universidade Luterana do Brasil
  • Joice Mari Ferreira da Cruz Professora na Rede Municipal de Sapucaia do Sul/RS

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724620442019138

Resumo

O objetivo central do presente estudo é mapear e problematizar discursos e representações recorrentes acerca da diferença racial e da Branquitude em entrevistas com sete professores que atuavam na educação básica da rede pública municipal de Sapucaia do Sul/RS, entre os anos de 2016 e 2017,  a partir das provocações de dois curtas- metragens: “Cores e Botas” e “Pode me chamar de Nadí”, disponíveis no YouTube. As análises apresentadas são realizadas na perspectiva teórica dos Estudos Culturais em Educação, a partir dos conceitos de representação, identidade e Branquitude. Entre os resultados, destaca-se que nas narrativas dos docentes entrevistados, as representações mais recorrentes foram representações racializadas marcadas pelos discursos da democracia racial e da mestiçagem e mediadas pelas noções de Branquitude. Salienta-se ainda, que as narrativas fílmicas contribuíram para tensionar as representações racializadas e os privilégios da branquitude no âmbito da educação básica e para problematizar padrões estéticos eurocêntricos associados particularmente ao tipo de cabelo, como símbolo de identidade étnico-racial. 

 

Palavras-chave: Educação. Branquitude. Entrevistas. Professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Angélica Zubaran, Universidade Luterana do Brasil

Maria Angélica Zubaran, doutorado em História na State University of New York, Pós-doutorado no Birkbeck College da London University, professora adjunta do Curso de História e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Luterana do Brasil (PPGEdu), Pesquisadora do NEABI/Ulbra, email angelicazubaran@yahoo.com.br

Joice Mari Ferreira da Cruz, Professora na Rede Municipal de Sapucaia do Sul/RS


Mestre em Educação - ULBRA

Professora na Rede Municipal de Sapucaia do Sul/RS

Downloads

Publicado

2020-03-13

Como Citar

ZUBARAN, M. A.; CRUZ, J. M. F. da. Educação e branquitude: uma discussão com professores da educação básica. PerCursos, Florianópolis, v. 20, n. 44, p. 138 - 154, 2020. DOI: 10.5965/1984724620442019138. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/percursos/article/view/1984724620442019138. Acesso em: 26 jan. 2023.