Uma reflexão sobre desenvolvimento e sustentabilidade: quando o bem-estar social se torna sinônimo de consumo

Autores

  • José Alex Rego Soares Universidade de São Paulo
  • Érica Renata de Souza Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724619412018008

Resumo

O objetivo deste texto é problematizar o conceito do desenvolvimento na lógica capitalista, segundo a qual o bem-estar social é resultante única e exclusivamente das condições materiais. Nesse sentido, abordaremos duas questões importantes para a análise: i) a relação do local com o global, considerando que o sistema capitalista impõe perdas de condições locais de desenvolvimento a partir da premissa da globalização, estabelecendo uma ruptura entre as condições de acumulação do presente e as condições para o controle dos impactos socioambientais, pareando bem-estar social e consumo como sinônimos; ii) o impacto desse modelo para a sustentabilidade, ou seja, a relação entre o poder de consumo de uma sociedade, seu bem-estar e o meio ambiente. Referimo-nos a um tipo de ação econômica que repercute e se desdobra numa padronização da vida e do trabalho enquanto mercadoria, pasteurizando o cotidiano e moldando o espaço a fim de transformar o trabalho em mercadoria equivalente. Qualquer sociedade que encare essa lógica de forma distinta é associada ao atraso, à condição de uma sociedade fora das condicionantes do progresso. Aqui, propomos pensar o desenvolvimento a partir do pressuposto de que se faz necessário desglobalizar, des-homogeneizar o consumo, pensar os modelos locais, o lugar e suas particularidades, suas tecnologias, seus costumes, as capacidades de articulação e hibridação entre o local e o global, reconhecendo que natureza e cultura não são domínios separados e independentes.

Palavras-chave: Bem-estar Social. Globalização. Sustentabilidade. Desenvolvimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Alex Rego Soares, Universidade de São Paulo

Doutor em Ciências pelo Programa de Pós Graduação em Integração da América Latina (PROLAM/USP), mestrado em economia política pela PUC/SP.

Érica Renata de Souza, Universidade Federal de Minas Gerais

Professora do Departamento de Antropologia e Arqueologia; Doutora em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas.

Downloads

Publicado

2019-03-11

Como Citar

SOARES, J. A. R.; SOUZA, Érica R. de. Uma reflexão sobre desenvolvimento e sustentabilidade: quando o bem-estar social se torna sinônimo de consumo. PerCursos, Florianópolis, v. 19, n. 41, p. 08 - 27, 2019. DOI: 10.5965/1984724619412018008. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/percursos/article/view/1984724619412018008. Acesso em: 28 jan. 2023.