Capitalismo, território e conflitos: a resistência dos povos e comunidades tradicionais no Brasil

Autores

  • Anatália Daiane de Oliveira Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
  • Cristiano Apolucena Cabral Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
  • Eva Emília Freire do Nascimento Azevedo Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
  • Edson Caetano Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724619402018186

Resumo

Esse texto tem como objetivo refletir sobre a territorialização do capital e a capitalização do território na realidade brasileira, numa contraposição à perspectiva difundida na contemporaneidade, em que persiste o discurso de superação da crise e do suposto desenvolvimento do país. O processo de expropriação dos territórios e da natureza tem trazido inúmeros conflitos e impactos aos povos e comunidades tradicionais frente ao modo de produção capitalista. Esse texto é uma revisão bibliográfica sobre o assunto em questão, a partir do materialismo histórico dialético. Conclui-se que, apesar das tensões e dos conflitos existentes entre os capitalistas e os povos e comunidades tradicionais e, da tentativa do capital em desapropriar e negar o acesso à terra – especialmente por meio da violência, da grilagem e da invasão das terras e da exploração da força de trabalho –, existem, por parte dos povos e comunidades tradicionais, a persistência e a resistência em continuar produzindo suas existências em contraposição aos valores e à lógica ora vigentes.

 

Palavras-chave: Capitalismo. Território. Conflitos. Resistência. Agronegócio. Povos e Comunidades Tradicionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anatália Daiane de Oliveira, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Doutoranda em Educação - UFMT. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Trabalho e Educação (GEPTE) - UFMT.

Cristiano Apolucena Cabral, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Doutorando em Educação -UFMT. Integrante do GEPTE-UFMT. Professor efetivo vinculado a Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (SEDUC-MT).

Eva Emília Freire do Nascimento Azevedo, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Doutoranda em Educação -UFMT. Integrante do GEPTE-UFMT. Professora do Departamento de Serviço Social na UFMT.

Edson Caetano, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Doutor em Educação pela UNICAMP e professor do Instituto de Educação (IE) da UFMT. Líder do GEPTE-UFMT.

Downloads

Publicado

2018-10-26

Como Citar

OLIVEIRA, A. D. de; CABRAL, C. A.; AZEVEDO, E. E. F. do N.; CAETANO, E. Capitalismo, território e conflitos: a resistência dos povos e comunidades tradicionais no Brasil. PerCursos, Florianópolis, v. 19, n. 40, p. 186 - 220, 2018. DOI: 10.5965/1984724619402018186. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/percursos/article/view/1984724619402018186. Acesso em: 29 jan. 2023.