Práticas, recursos e linguagens no ensino de Geografia

Autores

  • Elias Coimbra Silva Editor da Revista Cosmos

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724618372017212

Resumo

No presente artigo buscamos refletir brevemente acerca das origens do ensino de Geografia, bem como de elementos como linguagens, recursos, procedimentos etc. os quais nos auxiliam a compreender como os currículos são tornados realidade, nesse Espaço (e Lugar) que chamamos escola. Nesse sentido, sublinhamos que esses mesmos elementos não apresentam, na prática docente, a mesma autonomia que as nossas abordagens teóricas conseguem lhes imprimir, sendo que, para ilustrar nossa proposição, demonstramos um recurso (ou material) didático com suas implicações no ensino. Concluímos nossa digressão tratando da linguagem cartográfica e também a relacionando com os elementos da prática docente, momento no qual reforçamos a relação entre teorias e práticas pedagógicas.

 

Palavras-chave: Processo Ensino-Aprendizagem. Metodologias. Linguagens. Tecnologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elias Coimbra Silva, Editor da Revista Cosmos

Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Uberlândia. Possui graduação em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e mestrado em Geografia pela Universidade Federal da Grande Dourados. Transita entre várias áreas das humanidades, tendo, inclusive, trabalhos publicados na área de epistemologia das ciências; além de experiência no ensino de Geografia.

Downloads

Publicado

2017-10-17

Como Citar

SILVA, E. C. Práticas, recursos e linguagens no ensino de Geografia. PerCursos, Florianópolis, v. 18, n. 37, p. 212 - 228, 2017. DOI: 10.5965/1984724618372017212. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/percursos/article/view/1984724618372017212. Acesso em: 4 fev. 2023.