Leitura, gramática e escrita: tríade necessária para o ensino de Língua Portuguesa na construção do gênero entrevista com abordagem sobre variação linguística

Autores

  • Cecilia Maria Tavares Dias UNIFESSPA - Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724618372017130

Resumo

Este artigo tem como propósito refletir sobre o ensino de gramática, leitura e escrita nas aulas de língua portuguesa; para isso, apresenta uma proposta de sequência didática (SD) com abordagem sobre a produção do gênero textual entrevista sob os postulados teóricos de Schneuwly e Dolz (2004), que priorizam o trabalho com língua oral e escrita, objetivando o desenvolvimento textual a partir da internalização de gêneros de textos. Essa proposta aborda a temática variação semântico-lexical de uma localidade amazônica e foi aplicada numa turma de 9º Ano do Ensino Fundamental de uma escola pública, com vistas a ressaltar a importância da variação linguística para a renovação dos procedimentos nas aulas de língua materna.

 

Palavras-chave: Língua Portuguesa. Estudo e Ensino. Gramática. Linguística.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cecilia Maria Tavares Dias, UNIFESSPA - Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Profª de educação básica, licenciada em Letras pela UFPA. Especialista em Língua Portuguesa:uma abordagem textual (UFPA) e em  Supervisão e Gestão Pedagógicas (Faculdade Gamaliel). Mestre em Letras - PROFLETRAS- (UNIFESSPA).

Downloads

Publicado

2017-10-17

Como Citar

DIAS, C. M. T. Leitura, gramática e escrita: tríade necessária para o ensino de Língua Portuguesa na construção do gênero entrevista com abordagem sobre variação linguística. PerCursos, Florianópolis, v. 18, n. 37, p. 130 - 150, 2017. DOI: 10.5965/1984724618372017130. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/percursos/article/view/1984724618372017130. Acesso em: 26 jan. 2023.