Estado, exílio e educação: diálogos contemporâneos a partir da sociedade brasileira

Autores

  • Nima Imaculada Spigolon Faculdade de Educação/UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724617352016175

Resumo

O trabalho objetiva pensar as possíveis relações entre Estado, Exílio e Educação, ao estabelecer diálogos contemporâneos a partir da sociedade brasileira. Sua caracterização alinhava o golpe de 1964, a ditadura instaurada e o exílio brasileiro até 1980, orientando-se a partir dos percursos de Elza Freire entrelaçados ao de Paulo Freire, seu esposo. Justifica-se tanto pelo caráter histórico ao discutir fatos passados, quanto pela ponte que estabelece com o presente/futuro na construção de sociedades mais igualitárias e menos autoritárias. Os cenários compõem-se entre o nacional e o internacional, onde foram inseridos brasileiros como parte do processo que acometeu homens e mulheres exilados, sempre vinculados às questões do seu país de origem. O foco é o exílio – enquanto ato imposto pelo Estado, como experiência social, coletiva e ao mesmo tempo individual e, sua relação com a dimensão político-pedagógica. O teórico-metodológico se fundamenta na abordagem qualitativa com mapeamento bibliográfico, fontes documentais e não documentais. Assim, descrever percursos, reunir memórias, investigar processos, são formas de impedir a repetição de governos ditatoriais, de recusar situações sociais de controle, opressão, exclusão e, violação de direitos; é fortalecer a educação e a sociedade civil e os princípios de liberdade e vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nima Imaculada Spigolon, Faculdade de Educação/UNICAMP

Pedagoga com Doutorado em Ciências Sociais na Educação e Mestrado em Educação, pela UNICAMP. Professora Doutora da Faculdade de Educação, Departamento de Políticas, Administração e Sistemas Educacionais (DEPASE), na UNICAMP. Credenciada no Programa de Pós-Graduação. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação de Jovens e Adultos (GEPEJA) e do Grupo de Pesquisa e Estudos em Políticas Públicas e Educação (GPPE), ambos da FE/UNICAMP.

Downloads

Publicado

2017-03-10

Como Citar

SPIGOLON, N. I. Estado, exílio e educação: diálogos contemporâneos a partir da sociedade brasileira. PerCursos, Florianópolis, v. 17, n. 35, p. 175 - 200, 2017. DOI: 10.5965/1984724617352016175. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/percursos/article/view/1984724617352016175. Acesso em: 1 fev. 2023.