Comunidade indígena Fuduwaadunha: vida e convivência na região de Auaris – Terra Indígena Yanomami – Roraima

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724622482021208

Palavras-chave:

Terra Indígena Yanomami, Território, Ye'kuana

Resumo

O estudo discute o uso do território pela comunidade Fuduwaadunha da região de Auarís na Terra Indígena Yanomami, em Roraima. Nessa região vive o povo Ye’kuana. Após a década 1960, a região de Auaris sofreu alterações na paisagem e na ocupação territorial com a chegada dos agentes não indígenas, inicialmente a Missão Evangélica da Amazônia (MEVA) e, posteriormente, a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) e o Exército Brasileiro (Pelotão Especial de Fronteira-PEF). Esses novos atores levaram à mudanças na forma de uso e ocupação do território para os povos que ali vivem e, nesse contexto, o artigo busca compreender os usos do território na região e os desafios que têm enfrentado diante de um novo contexto. Entre os desafios estão a gestão do território frente a um crescimento populacional e aumento de comunidades na região, com a abertura de novas áreas para produção agrícola e conflitos pelo uso dos recursos naturais (caça, pesca, extrativismo), bem como as fragilidades nos limites territoriais entre grupos sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Castro Costa da Silva, Universidade Federal de Roraima – UFRR

Mestre em Geografia pela Universidade Federal de Roraima – UFRR. Membro da Associação do Povo Ye'kuana no Brasil.

Maria Bárbara de Magalhães Bethonico, Universidade Federal de Roraima - UFRR

Doutora em Geografia pela Univ. Federal Fluminense – UFF. Professora do curso de Gestão Territorial Indígena da Univ. Federal de Roraima - UFRR.

Referências

GASCHÉ, Jorge; VELA, Napoleón. Sociedad bosquesina: ensayo de antropología rural amazónica, acompañado de una crítica y propuesta alternativa de proyectos de desarrollo. Iquitos: Instituto de Investigaciones de la Amazonia Peruana; Lima: CONCYTEC; Quioto: CIAS, v. 1, 2010.

GUIMARÃES, Silvia. O drama ritual da morte nos Sanumã. Tellus, Campo Grande: UCDB, n. 19, p. 111-128, jul./dez. 2010.

MELATTI, Júlio Cezar. Maciço guianense ocidental retocado em 2009. Brasília, 2014. Disponível em: https://www.google.com.br/?gfe_rd=cr&ei=YqAYVJP9IMnB8gfT4ID4Aw#q=MELATTI%2C+J %C3%Balio+Cezar.+Maci%C3%A7o+Guianense+Ocidental+Retocado+em+2009. Acesso em: 16 de abr. 2014.

MOREIRA, Elaine. Redes sociais e mobilidade espacial entre os Ye’kuana no Brasil. In: SOUSA, Cássio Noronha Inglez et al. (orgs.). Povos indígenas: projetos e desenvolvimento. Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria, 2007. p. 75-95.

RAMOS, Alcida Rita. Memórias Sanumã: espaço e tempo em uma sociedade yanomami. São Paulo: Marco Zero: Ed.UnB, 1990.

RAMOS, Alcida Rita. Hierarquia e simbiose: relações intertribais no Brasil. São Paulo: HUCITEC, 1980.

REPETTO, Maxim; CARVALHO, Fabíola. Experiencias de investigación educativa intercultural en la formación de maestros indígenas en Roraima, Brasil. Desacatos, Ciudad de México, p. 50-65, mayo/ago. 2015. Traducción: Marcelo Reyes Aravena. Disponível em: http://www.scielo.org.mx/pdf/desacatos/n48/n48a4.pdf. Acesso em: 20 maio de 2017.

REPETTO, Maxim; BETHONICO, Maria Bárbara de Magalhães Calendários socionaturais: construção participativa de propostas educativas e de gestão territorial em comunidades indígenas de Roraima. Cadernos de Estudos Culturais, Campo Grande, v. 1, p. 87-103, jan./jun. 2019.

SARTORELLO, Stefano Claudio. Construir conocimientos escolares desde el territorio própio: el método inductivo intercultural en el modelo curricular de educación intercultural bilingüe de la unión de maestros de la nueva educación para México (UNEM) en Chiapas. In: PUIG, Andrés Fábregas (coord.). Chiapas: territorio, fronteras, migraciones, desarrollo: visiones interculturales multidisciplinarias. San Cristóbal de las Casas, Chiapas: Universidad Intercultural de Chiapas, 2011. p. 49-85.

SILVA, Castro Costa. Auaris e a história da ocupação: população, recursos naturais e território. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Gestão Territorial Indígena) – Instituto Insikiran de Formação Superior Indígena, Universidade Federal de Roraima, Boa Vista, 2014.

SILVA, Castro Costa; BETHONICO, Maria Bárbara de Magalhães. População indígena e saúde na região de Auaris: terra indígena Yanomami. Textos & Debates, Boa Vista, n.18, p. 251-268, jan./jun. 2010.

SILVA, Castro Costa; BETHONICO, Maria Bárbara de Magalhães. O conceito de território para o povo Ye'kuana que habita a região de Auaris: terra indígena Yanomami: Roraima. Revista de Estudos e Pesquisas sobre as Américas, Brasília, v. 3, n. 11, p. 159-176, 2017.

Downloads

Publicado

2021-05-21

Como Citar

SILVA, C. C. da; BETHONICO, M. B. de M. . Comunidade indígena Fuduwaadunha: vida e convivência na região de Auaris – Terra Indígena Yanomami – Roraima. PerCursos, Florianópolis, v. 22, n. 48, p. 208 - 232, 2021. DOI: 10.5965/1984724622482021208. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/percursos/article/view/19159. Acesso em: 31 jan. 2023.