Prosa pro Café

Autores

  • Gabriel Travasso Araújo

DOI:

https://doi.org/10.5965/2358092521222019133

Palavras-chave:

intervenção artística, arte relacional, contemporaneidade

Resumo

O artigo retrata a criação de uma intervenção Prosa Pro Café, que tem como proposta discutir e compreender as transformações em curso no campo social, captar o que já mudou e o que continua a mudar e a importância da interação entre os espectadores e a proposta final de uma produção artística em meio a valores, curiosidades e o cotidiano humano. O projeto foi desenvolvido para alcançar o entendimento desses aspectos na obra em questão utilizando uma metodologia de análise crítica e baseados nos conceitos de Arte Urbana e Arte Relacional apresentados por Marina Knapp, Paulo Souza, André Luiz Mesquita e Nicolas Bourriaud.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BOURRIAUD, Nicolas. Estética Relacional. Dijon: Martins, 1998. CURY, Augusto. “Ansiedade, Como Enfrentar o Mal do Século”:

A síndrome do pensamento Acelerado: como e porque a humanidade adoeceu coletivamente, das crianças aos adultos. Augusto Cury. 1. ed. São Paulo: Saraiva, 2014

KNAPP, Marina. Intervenções Artísticas no Espaço da Cidade: Provocações e Possibilidades Educativas, Porto Alegre, 2011. Disponível em < http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/ handle/10183/36795/000818688.pdf?sequenc> Acesso em: 12 de maio de 2015

SOUZA, Paulo C. A. O mundano e o promíscuo na arte latinoamericana: a prática social de pintores populares, 2014. 320f. Tese (Doutorado em Educação). Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2014.

MESQUITA, André Luiz. Insurgências Poéticas: Arte Ativista e Ação Coletiva. 1990. 429 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-graduação em História, Faculdade de Filosofia, Letras e

Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.

Downloads

Publicado

2019-12-19

Como Citar

ARAÚJO, G. T. Prosa pro Café. Revista NUPEART, Florianópolis, v. 22, n. 2, p. 133-147, 2019. DOI: 10.5965/2358092521222019133. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/nupeart/article/view/2358092521222019133. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Relatos