Prática teatral em um Hospital de Custódia: à luz dos olhos velados

Autores

  • Bruna Traversaro Graduanda em Licenciatura em Teatro na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).
  • Fabiana Lazzari de Oliveira Professora da Universidade de Brasília (UnB).

DOI:

https://doi.org/10.5965/2358092521232020305

Palavras-chave:

teatro comunidade, hospital de custódia e tratamento psiquiátrico, práticas teatrais

Resumo

O presente relato expõe uma experiência de estágio realizado no Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP) de Florianópolis, no primeiro semestre de 2019. A prática esteve associada à disciplina de Estágio Curricular Supervisionado –
Teatro na Comunidade I, do curso de Licenciatura em Teatro do Centro de Artes (CEART) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e visa propor experiências além da rotina hospitalar/carcerária, cooperando com a integração entre os pacientes e com a futura reintegração social.

Biografia do Autor

Bruna Traversaro, Graduanda em Licenciatura em Teatro na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).

Graduanda em Licenciatura em Teatro na Universidade do Estado de Santa Catarina

Fabiana Lazzari de Oliveira, Professora da Universidade de Brasília (UnB).

Doutora e Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Teatro da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Sócia-fundadora da empresa Fabiana Lazzari Produções, da entreAberta Cia Teatral e do SKIA, Espaço da Sombra. Atriz, produtora, arte-educadora e professora no curso de Teatro da UDESC e de Artes Cênicas da UFSC.

Downloads

Publicado

2020-08-14

Como Citar

TRAVERSARO, B.; OLIVEIRA, F. L. de. Prática teatral em um Hospital de Custódia: à luz dos olhos velados. Revista NUPEART, Florianópolis, v. 23, p. 305-317, 2020. DOI: 10.5965/2358092521232020305. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/nupeart/article/view/16297. Acesso em: 4 dez. 2021.