REFLEXÕES PARA A ABORDAGEM FUNCIONAL DO PÚBLICO IDOSO COMO SUBSÍDIO PARA DEFINIÇÃO DE REQUISITOS NO DESIGN DE PRODUTOS

Autores

  • Michaelle BOSSE UDESC
  • Alexandre Amorim dos REIS UDESC
  • Ramon Rodrigues MELO UDESC

Resumo

O presente artigo visa levantar os principais conceitos que abordam a pesquisa voltada para o design de produtos dirigido ao público idoso, especialmente no que tange a elaboração dos requisitos de projeto. Para este estudo, foram abordados alguns conceitos com as perspectivas de autores: no segmento de Biomecânica, ergonomia e antropometria,destacando-se, respectivamente: Hamill (2010), Gomes (2003), Moraes e Mont’alvão (2003), Iida (2005) e Panero (2002). Para esse arcabouço teórico, ainda levaram-se em conta os conceitos de envelhecimento populacional de Ely e Cavalcanti (2001), inclusão social de Pupo, Melo e Ferrés (2006), Análise de Vida Diária (AVD) de Barros (2009) e Matsudo(2004), bem como alguns estudos direcionados ao consumo do idoso. Além da abordagem teórica, são sugeridas ferramentas para mensurar a capacidade física dos idosos, na análise de vida diária, sendo algumas citadas como: TEMPA (Test d'Evaluation des Membres Supérieurs de Personnes Agées, Força Preensão Manual, Teste de Moberg, TUG (Time Up and Go) e Teste de equilíbrio de Berg.

Biografia do Autor

Michaelle BOSSE, UDESC

Mestranda em Design - Fatores Humanos

Alexandre Amorim dos REIS, UDESC

Bolsista de Produtividade CNPq – PQ2 – Desenho Industrial
Doutorado em Engenharia de Produção – UFSC – 2003
Mestrado em Engenharia de Materiais – UFOP – 1998
Bacharelado em Desenho Industrial – UEMG – 1993
Professor Associado IV da UDESC – Departamento de Design – Dedicação Exclusiva

Ramon Rodrigues MELO, UDESC

Mestrando em Design - Fatores Humanos

Downloads

Publicado

2012-11-01