INFLUÊNCIA DA AVALIAÇÃO COMPORTAMENTAL DE CONSUMO DO IDOSO NA ERGONOMIA ORGANIZACIONAL DE SUPERMERCADOS

Autores

  • Marcelo Pereira Demilis Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Alexandre Amorim dos Reis UDESC
  • Flávio Anthero Nunes Vianna dos Santos UDESC

DOI:

https://doi.org/10.5965/2316796306122017015

Resumo

O usuário e suas limitações, necessidades e vontades devem ser considerados ao longo do desenvolvimento de um projeto e na execução de um serviço para a garantia de satisfação do público-alvo. Assim questiona-se a influência do entendimento comportamental do público idoso na contribuição no estabelecimento da ergonomia organizacional dos supermercados. Por essa razão, o objetivo deste artigo é de utilizar da metodologia quantitativa para realizar uma pesquisa bibliométrica, por meio da base de dados do portal de periódicos CAPES, sobre o comportamento dos idosos sob a ótica de serviços de supermercados; e através de análise qualitativa correlacionar os estudos levantados com a ergonomia organizacional destes estabelecimentos de varejo de alimentos, e verificar a influência da análise dos aspectos comportamentais, limitações, necessidades, vontades, desse público sênior, na promoção dos serviços de supermercado e melhoria da experiência de compra. Como conclusão, foi perceptível que, com a ascensão da valorização da experiência vivenciada pelo consumidor, o entendimento do usuário idoso em vários níveis, não se restringindo apenas ao nível da capacidade física, se mostrou um grande agregador para o desenvolvimento e ou melhoria da experiência de consumo dentro de um supermercado.

Biografia do Autor

Marcelo Pereira Demilis, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutorando em Design: linha de pesquisa em Gestão Estratégica do Design pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Possui graduação pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC): Bacharelado em Design - Design Industrial (2012); Especialização em a Design Experiencial pela na Universidade Federal de Santa Cararina (UFSC); Técnico subsequente em Gastronomia pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC); Mestrado em Design - PPGDesign, UDESC. Linha de Pesquisa: Interfaces e Interações Físicas, dentro da Área de Concentração em Métodos para os Fatores Humanos, aplicação em Ergonomia Organizacional e Design de Serviços. Tem experiência na área de Desenho Industrial, com ênfase em Desenho de Produto, Design Estratégico, Design Experiencial e Design de Serviços. Desenvolveu projeto voltado para o Design de Serviços e Gastronomia, intitulado Cozinha (in)comum, que se encontra hospedado no Centro Sapiens, iniciativa que visa estimular a Economia Criativa e Inovação no centro da cidade de Florianópolis.

Downloads

Publicado

2017-12-16