[1]
M. I. C. Mello e L. G. Dias, “Sobre ratoeira e world music: música e relações de gênero em Florianópolis”, DAPesquisa, vol. 2, nº 4, p. 520-524, nov. 2019.