Do processo de desenvolvimento do currículo no ensino superior à prática profissional: uma proposta de metodologia para análise de cursos de engenharia em três universidades brasileiras

Autores

  • João de Azevedo UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Maria Palmira Carlos Alves Universidade do Minho
  • Elisa Henning UDESC

Resumo

O propósito deste trabalho consiste em apresentar uma proposta de pesquisa com o objetivo de investigar se a grade curricular dos cursos de Engenharia (Civil, Elétrica, Mecânica e de Produção), lecionados em três Universidades brasileiras, permite em conjunto com as estratégias, os recursos e os métodos de avaliação, o desenvolvimento de competências também na área do Mercado de Capitais.
A abordagem da pesquisa será qualiquantitativa, com os dados resultantes das entrevistas, posteriormente tratados com recursos à análise de conteúdo.

Biografia do Autor

João de Azevedo, UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina

Departamento de Matemática

Educação Matemática

Referências

Araujo, B. C. P. O. Trajetórias ocupacionais de engenheiros jovens no Brasil. 2016, 135 f. Tese (Doutorado em Economia), Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Disponível em: < http://www.usp.br/agen/wp-content/uploads/Trajet%C3%B3rias-engenheiros-banca-rev1.pdf >. Acesso em: 05 set. 2017.

Bardin, L. Análise de conteúdo. 3 ed. Lisboa: Edições 70, 2004.

Czelusniak. A. (2011, Julho 11). Gazeta do Povo. Disponível em: http://www.gazetadopovo.com.br/educacao/vida-na-universidade/vestibular/engenheiros-cada-vez-mais-gestores-dgnyzgg9n3oub49wl1a3bttu6.

Rocha, A. (2012, Junho 11). ValorInveste. Disponível em: http://www.valor.com.br/valor-investe/o-estrategista/2697982/qual-melhor-formacao-para-trabalhar-no-mercado-acionario

Downloads

Publicado

2017-12-21