Encenação - Poema a boca fechada

Néia Longen

Resumo


Como explicar o silêncio com o silêncio? Poemas são palavras recompostas. Poema à boca fechada é um poema-espetáculo que não fala, não se recita, não tem sinopse. Um não-dizer, um ímpeto. A não-comunicação, a família. Um calar. A dor em seus diferentes níveis, em diferentes personalidades, um trauma. Um pouco de cada um de nós. Uma falta daquilo que nunca tivemos.


Texto completo:

PDF



Indexadores


 

 

         

Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br - Tel. 3664.8353

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.