O barroco enquanto aspecto do grotesco e do trágico

Carmem Gadelha

Resumo


Este texto examina aspectos da subjetividade moderna e da atual: seus modos de comparecimento na cena teatral, caracterizada pela crise do drama, da representação, da narrativa. As indagações situam-se entre duas balizas: a obra de arte total wagneriana e as inquietações de Artaud. Corpo, espaço e tempo - tensionados entre os dois polos - apontam possíveis reconceitualizações do pós-dramático. Notamos fortes traços de lirismo coral e dissonante - eterno retorno de Dionísio. É necessário pensar as consequências disso sobre a noção de personagem: faltam contornos individualizados e profundidades psíquicas e históricas. Ressalta a alegoria, pensada a partir de Benjamin e Agamben.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573102352019344

Direitos autorais 2019 Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas




Indexadores


 

  

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br - Tel. 3664.8353

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.