A Mãe Desbundada: uma tradução baiana para o monólogo La Mamma Fricchettona de Dario Fo e Franca Rame

Alessandra Paola Caramori, Cristiana Almeida de Sousa

Resumo


Este artigo apresenta uma breve discussão sobre tradução a partir da análise do monólogo A mãe desbundadaque é uma tradução de La mamma fricchettonaescrito pelo casal italiano Dario Fo e Franca Rame. Reconhecendo os dois textos como fenômenos culturais distintos, algumas escolhas do tradutor Sérgio Nunes Melo serão destacadas e comentadas, utilizando como pressuposto teórico os conceitos de domesticação e estrangeirização apresentados por Lawrence Venuti (2002). Também, dialogando com as ideias de Rosemary Arrojo (2007) se discute a produção de significados que se dá num processo de tradução.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573102352019281

Direitos autorais 2019 Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas




Indexadores


 

  

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br - Tel. 3664.8353

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.