Tramas dramáticas: as redes teatrais brasileiras entre o sistema moderno e o sistema de indicadores

Manoel Silvestre Friques

Resumo


O presente ensaio recupera a noção de “sistema teatral” – associada à figura de Décio de Almeida Prado – com a finalidade de refletir a respeito da necessidade de um enfoque sistêmico do teatro brasileiro no âmbito do Capitalismo Cognitivo cadenciado por políticas recentes de austeridade. Para isso, contextualiza os esforços de Prado em relação a seus pares, discípulos e questionadores, passando em seguida a justapor o sistema moderno ao sistema contemporâneo de indicadores culturais. Compreendendo a insuficiência das análises econômicas para um diagnóstico adequado da produção teatral do país, o ensaio termina com a proposição de um enfoque sob o paradigma sociotécnico das redes teatrais.  


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573102322018519

Direitos autorais 2018 Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas




Indexadores


 

  

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br - Tel. 3664.8353

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.