A força poética na memória dos objetos

Sandra Vargas

Resumo


O presente artigo discute o uso do Teatro de Objetos, destacando primeiramente o conceito, que pautou os seus criadores, que é o uso simbólico dos objetos. Relata experiências do Sobrevento a partir do uso dos objetos em relação à memória que eles carregam. Descreve a experiência da construção de um Museu-Teatro, a partir de objetos com histórias dos vizinhos do Teatro do Sobrevento, assim como apresenta os espetáculos que resultaram desta busca que o grupo vem trilhando ao longo dos anos. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/1414573102322018425


Indexadores


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br - Tel. 3664.8353

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.