Disciplinaridade versus interdisciplinaridade

Fabrizio Montecchi

Resumo


No meu trabalho não há nenhuma pesquisa sobre um teatro interdisciplinar, porque acho que todas as formas teatrais potencialmente o sejam, e a história do teatro o ensina. O teatro sempre incorporou as novas linguagens emergentes, tornando-as, com o tempo, parte de si mesmo. No meu trabalho, também não há nenhuma pesquisa que vise fundir diferentes disciplinas rumo a um “não-teatro de sombras” ou um “além do teatro de sombras”, que elimina as especificidades do gênero. Ao contrário. No meu trabalho há apenas a necessidade, fortemente sentida por mim, de um teatro de sombras finalmente inscrito e enraizado no presente em que vivo. Uma necessidade urgente de adaptar o teatro de sombras à cultura teatral ocidental, de traduzir os princípios que são o fundamento dessa arte da cena, nas formas e com as possibilidades que são típicas do hoje, histórico e geográfico, no qual vivo.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/1414573102322018073


Indexadores


 

 

         

Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br - Tel. 3664.8353

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.