O último Pirandello e sua personagem-atriz

Nartha Ribeiro

Resumo


O decênio 1925-1936 será a fase mais conturbada e complexa na experiência artística e existencial de Pirandello: o dramaturgo se envolve com os problemas concretos do fazer teatral, questiona a própria poética que o atormentou a vida inteira e, principalmente, mantém com a jovem atriz Marta Abba uma ambígua relação pessoal e artística. Escassamente discutida, se comparada ao número de estudos da fase imediatamente anterior, esta dramaturgia tardia ir testemunhar uma grande explosão de contribuições críticas, na Itália, a partir de 1995 (ano de publicação do epistolário Pirandello-Abba). Mas, no Brasil, sua gênese ainda permanece substancialmente desconhecida.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573101162011097



Direitos autorais 2018 Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas



 

    

 

Indexadores

   

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.