Políticas Editoriais

Foco e Escopo

URDIMENTO – Revista de Estudos em Artes Cênicas, fundada em 1997 -   é uma publicação quadrimestral do Programa de Pós-Graduação em Teatro, do Centro de Artes, da Universidade do Estado de Santa Catarina. Alicerçada no diálogo privilegiado entre professores e pesquisadores,a revista tem compromisso com a criação de um corpo temático de pesquisa, promovendo estímulo e suporte teóricos para futuras reflexões sobre diferentes temas abordados na grande área das Artes Cênicas. 

A revista publica, preferencialmente, trabalhos oriundos de estudos teóricos, experimentações práticas, pesquisas e reflexões, atuais e históricas, procurando oferecer aos seus leitores textos de qualidade e excelência, tanto de pesquisadores nacionais como de estrangeiros, bem como traduções de trabalhos de pesquisadores estrangeiros.

Urdimento publica textos inéditos em português ou espanhol. A Editora-chefe pode convidar os autores lusófonos e hispano falantes a enviarem versões em inglês para publicação bilíngue. A revista aceita originais em inglês de autores estrangeiros e providencia versões para o português para publicação bilíngue.

A revista é organizada em seções temáticas que visam a estimular temas e abordagens, criando interfaces entre metodologias e teorias diferentes, assim, a revista dá preferência a textos que façam avançar a posição dos conhecimentos em Artes Cênicas.

Urdimento é uma publicação quadrimestral. Com previsão de publicação nos meses de março/abril, agosto/setembro e novembro/dezembro de cada ano.

A revista é dirigida pela Equipe Editorial composta por uma (1) Editora-chefe e quatro (4) Editores associados. A esse grupo cabe a definição das políticas editoriais, a escolha das abordagens estabelecidas no âmbito dos dossiês, a supervisão de todo o processo, a designação de pareceristas para as submissões, a comunicação com os autores, a gestão dos indexadores, a aplicação das normas e do regulamento, a prospecção de fontes de financiamento para a revista e a garantia da manutenção da uniformização.

Recomenda-se que autores e autoras consultem nossas Edições Anteriores no link:

 <http://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/issue/archive> com o propósito de mapear e referenciar pelo menos um artigo, ou entrevista ou iconografia no texto a ser submetido à Urdimento. Esta ação - de estímulo a consulta e divulgação dos textos anteriores publicados pela Urdimento- dinamiza e dá visibilidade ao acervo online.

 

Políticas de Seção

Expediente

Essa seção é exclusiva dos administradores da Urdimento

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Dedicatória

Realizar homenagens a pessoas que atuam ou que atuaram na Urdimennto.

Essa seção é exclusiva dos administradores da Urdimento

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Editorial

Essa seção é exclusiva dos administradores da Urdimento

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: A luz em cena: criação e estética - aspectos teóricos e práticos

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Teatro Performance - tensões e imbricamentos

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Corpo, Performance e Antropologia - Olhares transversais

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Desafios do teatro político

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: O sagrado no teatro e o teatro no sagrado

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Expressões da cena e do Teatro Negro

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Poéticas e estéticas da iluminação cênica

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: O trabalho vocal no teatro

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático

Esta seção é composta por artigos inéditos, de relevância à área temática da revista e do referido dossiê, cujo tema poderá ser proposto por qualquer membro da Equipe Editorial, Conselho de Pareceristas, Conselho Editorial, pesquisadores interessados, devidamente justificado e relacionado à área de concentração do programa ao qual a revista está vinculada.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - Processos de configuração espacial nas artes da cena brasileira e latino-americana

Para este Dossiê Temático a Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas – receberá artigos até: 30 de junho de 2020. Estes artigos devem compor a Urdimento, v.2, n. 38, de agosto/setembro de 2020.

Este Dossiê Temático busca contribuições que interrogam processos práticos de uma criação e de uma configuração espacial por meio de dispositivos e arranjos cênicos no contexto da cena brasileira e latino-americana. Partimos de uma concepção segunda a qual espaço não é uma entidade geométrica dada, mas um fenômeno relacional, para cuja constituição e configuração interagem processos perceptuais, cognitivos, sociais que relacionam corpos, técnicas e materiais diversos e nem sempre facilmente compatíveis.

Nos interessam investigações que discutem trabalhos cênicos que tratam da:        

1. Configuração espacial como efeito do movimento dos corpos (de atores e espectadores) no espaço; 

 2. Problematizam a ideia de um espaço enquanto recipiente passivo no qual se dá uma determinada ação cênica; 

 3. Discutem o espaço cênico tanto como espaço estético quanto espaço epistemológico e social;

 4. Analisam uma configuração espacial como materialização e fixação de uma relação política entre participantes da cena e as qualidades espaciais com quais a dinâmica espacial cênica os faz entrar em contato; 

5. Investigam como uma construção cênica torna perceptível o surgimento de uma experiência espacial enquanto experiência de um estar no mundo atravessado por vetores de poder (social e econômico) e de desejo (por aproximação e distanciamento, por liberdade e igualdade).

Por fim, a nós interessa, sobretudo, processos cênicos relacionais que partem de perspectivas afro-ameríndias ou que buscam responder a elas, a fim de complementar e até solapar as perspectivas mais tradicionais de uma cena que se separa de um entorno cotidiano através de suas fronteiras temporais e espaciais.

O Comitê̂ Editorial - A convite de UrdimentoFátima Costa de Lima, professora doutora da CEART/UDESC e Stephan Arnulf Baumgärtel, professor doutor do CEART/UDESC.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Fluxo Continuo

Constitui-se de artigos inéditos que tratam de tema diferente da temática central da edição. Trata-se de espaço reservado à publicação de textos que tratam de temática emergente e/ou que seja relevante para o campo das Artes Cênicas. Artigos recebidos em fluxo continuo, independentes de Dossiês Temáticos. 

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Relatos

Nesta seção também serão aceitos, além de mestrandos (em conjunto com seus orientadores), mestres, doutorandos e doutores, trabalhos de artistas/pessoas referenciadas por suas atividades artísticas ou acadêmicas, mas que não possuem títulos de Mestre ou Doutor. Os trabalhos devem possuir referencial acadêmico. Apresentar crítica analítica. E a temática do relato ser de relevância para a área das Artes Cênicas. Os relatos/artigos serão avaliados pelos pares, tal como os demais artigos da Urdimento.  Os relatos/artigos serão avaliados pelos pares, tal como os demais artigos da Urdimento.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Entrevistas

Esta seção é composta de entrevistas com pesquisadores/artistas vinculados as artes cênicas.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Traduções

Serão aceitas traduções de textos de língua estrangeira para a língua portuguesa, devidamente acompanhadas de autorização do detentor dos direitos do texto original

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Traduções

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Esta seção se constitui em resenha de obras publicadas no Brasil ou no exterior. As resenhas devem vir acompanhadas de imagem da capa do livro e sua referencia bibliográfica de acordo com as normas da ABNT

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Ensaio Fotográfico de Espetáculos

Constitui-se de registro visual de  produções artísticas oriundas de professores e alunos do Departamento de Artes Cênicas e do Programa de Pós-graduação em Teatro da UDESC.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resenha

Esta seção se constitui em resenha de obras publicadas no Brasil ou no exterior. As resenhas devem vir acompanhadas de imagem da capa do livro e sua referencia bibliográfica de acordo com as normas da ABNT.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - A LUZ EM CENA: Interfaces e aprendizados

Para este Dossiê a Urdimentoreceberá até = 30 outubro de 2019

Em diálogo continuo com o evento A luz em cena, na sua 9ª edição, este Dossiê Temático pretende reunir, artigos, entrevistas, relatos e traduções que proponham interações sobre histórias e aprendizados e as inter-relações entre práticas e pedagogias que desenvolveram ou continuam enaltecendo o conhecimento e o aprendizado na área de luz cênica.

O Dossiê Temático – A LUZ EM CENA: Interfaces e aprendizados - objetiva reunir textos cujos conteúdos visem o aprofundamento dos seguintes tópicos:

     Aspectos técnicos da iluminação cênica

     Crítica e estética da luz na cênica

     O planejamento e desenho da iluminação

      Aspectos históricos sobre a iluminação do palco

     A luz e as inter-relações da arte e da técnica

     Iluminadoras/iluminadores, suas relações com agentes criadores do espetáculo

      A arte da/do iluminadora/iluminador

      A/o artista e suas ferramentas de expressão

      Qualidades da luz

      A luz e a cena contemporânea

      A luminosidade e a sombra na cena

      Pedagogia da iluminação cênica

      Os softwares como interagentes na iluminação

      Os Laboratórios Universitários de iluminação e suas práticas e experimentações

O Comitê̂Editorial –Urdimento v. 1, n. 37, a sair em mar./abr. de 2020, tem como Comitê Editorial os seguintes profissionais da área:Prof. Dr. Eduardo Augusto Tudela (UFBA); Prof. Dr. Berilo Luigi Deiró Nosella (UFSJ); Prof.ª Dra. Fabiana Lazzari de Oliveira (UFSC); Prof. Ms. Alex de Souza (IFSC); Prof. Ms. Ivo Godois (UDESC); Profa. Ms. Nádia Moroz Luciani (UNESPAR); Prof. Ms. Pedro Dultra Benevides (UnB). Apoio Técnico:  Priscila Costa.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - Sobre a Tradução no Teatro: abordagens histórico-culturais e experiências tradutórias

Para este Dossiê a Urdimentoreceberá até = 20 de junho de 2019 = artigos inéditos e traduções encenadas (e não publicadas) no Brasil.

Os estudos sobre a tradução teatral − que constituem aspecto fundamental em boa parte da produção teatral no Brasil, ao longo de sua história − são ainda recentes no conjunto das pesquisas em artes cênicas entre nós.

 O dossiê do número 35 da Urdimento, no propósito de contribuir para estimular ou alimentar tais estudos, encontra seu foco principal em reflexões sobre a tradução teatral no Brasil, em âmbito histórico de modo especial, mas não exclusivo; abre-se também para reprodução de traduções inéditas de peças teatrais brasileiras, compreendendo seu ineditismo pela não publicação, embora tendo já experimentado a prática do palco, e desde que acompanhadas de autorizações devidas para publicação. Assim predominantemente orientado, tal foco não exclui possibilidades de artigos reflexivos sobre o problema em âmbito internacional. 

Para tanto, o dossiê “Sobre a tradução no teatro” objetiva reunir textos que visem ao aprofundamento dos seguintes tópicos:

1. O lugar e o sentido da tradução teatral para a história do teatro no Brasil.

2. Marcos da tradução teatral e suas contribuições para a cena brasileira: estudos de caso.

3. A tradução teatral na atualidade: novos fluxos globais, web, associações e direitos de tradução.

4. Tradução e tradutores teatrais: em meio a modos de produção da cena; na perspectiva de trajetos biográficos.

5. Questões gerais e estratégias específicas nos atos tradutórios para teatro.

6. Olhares da crítica teatral sobre traduções em cena.

7. Relatos: descrição e análise de experiências tradutórias para o teatro.

8. Traduções encenadas inéditas (e autorizadas para publicação).

 O Comitê̂Editorial -A convite de Urdimento, Maria de Lourdes Rabetti (Beti Rabetti), tradutora, professora doutora da UNIRIO e da UFSJ, pesquisadora da história da tradução teatral no Brasil (CNPq; Pq. 1 A), propôs esse dossiê, do qual será a organizadora responsável, tendo como colaboradoras as tradutoras Ângela Leite Lopes, professora doutora da UFRJ, e Inês Cardoso, professora doutora da UNIRIO.

 

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - Pedagogia do Teatro: vozes da América Latina em processos de resistência, organização e criação

Para este Dossiê a Urdimentoreceberá até = 30 de julho de 2019 = artigos inéditos

 Os estudos sobre a Pedagogia do Teatro têm se afirmado como robustos e vigorosos, mas ainda precisam ampliar sua articulação internacional. Esta edição da revista Urdimentoinclui na chamada contribuições da América Latina. Prevê também uma colaboração com a revista Applied Theatre Research(https://www.intellectbooks.co.uk/journals/view-journal,id=218/) que convida os autores deste dossiê da Urdimento para submeterem seus artigos em inglês para serem incluídos na revista australiana, conforme documento em anexo.

 O dossiê do número 36 da Urdimento tem foco em estudos que identifiquem e reflitam sobre alternativas para o enfrentamento, tanto na escola como na comunidade, da onda conservadora que assola muitos países da América Latina e do mundo. Que processos e produtos artísticos podem contribuir para uma resistência? Que diálogos estão sendo estabelecidos no propósito de contribuir para estimular ou alimentar tais estudos e práticas? Como o contexto sócio/político/cultural está sendo abordado?

 Para tanto, o dossiê “Pedagogia do Teatro” objetiva reunir textos que visem ao aprofundamento dos seguintes tópicos:

1. Teatro em contextos específicos: teatro na escola, teatro na comunidade, teatro em prisões, teatro em hospitais, teatro em abrigos e ONGs, teatro aplicado, teatro para o desenvolvimento;

2.  Práticas teatrais de resistência e organização;

3.  Projetos de Recepção Teatral;

4.  Processos colaborativos entre linguagens artísticas e outras áreas de conhecimento;

5.  Abordagens metodológicas e criação artística;

6. O espaço do teatro na escola.

 O Comitê̂ Editorial: – Flávio Desgranges (UDESC), Gonzalo Vicci (UdelaR), Heloise Baurich Vidor (UDESC), Marcia Pompeo Nogueira (UDESC), Marina Henriques Coutinho (UNIRIO), Rodrigo Benza Guerra (PUCP), Tereza Mara Franzoni (UDESC), Vicente Concílio (UDESC).

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - Pedagogia das Artes Cênicas: desafios e resistência

Revista Urdimento, da Universidade do Estado de Santa Catarina, publicará um Dossiê em parceria com o V Encontro Nacional de Pedagogia das Artes Cênicas, realizado em maio de 2018.

 O Dossiê Pedagogia das Artes Cênicas: desafios e resistênciareunirá trabalhos que abordem as seguintes temáticas:  * Censura e “Escola sem Partido”: impactos no ensino das Artes Cênicas. * Teatro em Comunidades e formas de resistência. * Reformas Curriculares e epistemologia do ensino nas Artes Cênicas. * Diversidade(s): acessibilidade, gênero e questões étnico-raciais no ensino das artes cênicas. * Pibid e Formação de professores: experiências e processos.

 Os participantes do evento poderão submeter seus artigos completos, cujos resumos/artigos foram inscritos em Mesa Temática ou Espaço/Roda de Conversa, para compor o dossiê temático. De acordo com as normas da revista, "O(s) autor(es) deve(m) ter, preferencialmente, o título de doutor, aceita-se, contudo, doutorandos, mestres e mestrandos, sendo que estes últimos devem publicar em conjunto com um doutor". Os artigos encaminhados devem seguir rigorosamente todas as diretrizes para Autores da Revista Urdimento

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - Teatros Feministas: Lutas e Conquistas

Os estudos sobre práticas de teatro feminista assim como a abertura de espaços de
produção artística vinculadas a organizações de mulheres estão promovendo uma crescente
disseminação de temáticas relacionadas a produção feminina e feminista no teatro. Este número da Urdimentotem como foco narrativas e reflexões sobre práticas teatrais feministas em diferentes contextos sociais, políticos e culturais e objetiva reunir textos - artigos,relatos,entrevistas e traduções - que ampliem e aprofundem os seguintes tópicos sobre práticas teatrais feministas:

  • Histórias de práticas teatrais alinhadas a agendas feministas em diferentes contextos nacionais.
  • O que foi e o que é, ou o que são, teatros feministas em diferentes contextos socioculturais.
  • Teatros feministas nas América Latina.
  • Teatros feministas nos períodos de ditaduras.
  • Práticas teatrais feministas nos movimentos sociais.
  • Teatros feministas e organizações sindicais.
  • Estratégias de construção da cena feminista.
  • Teatro negro, feminismo negro e interseccionalidade.
  • A escritura de peças feministas.
  • A formação de grupos e eventos teatrais feministas, objetivos, curadoria, formas de organização e financiamento, métodos de trabalho, renovações estéticas e políticas. 
  • Estratégias feministas na transformação de práticas criativas no teatro.
  • Questões trabalhistas, divisão do trabalho, divisão de tarefas e cargos de poder -- até onde a agenda feminista conseguetransformar velhas estruturas?
  • Mulheres de teatro e (in)visibilidade na história do teatro brasileiro.
  • Crítica teatral, curadorias e editais o cânonpatriarcal na avaliação de peças feministas. 
  • A prática teatral brasileira: transformações, traduçõese deslocamentos de ideias, conceitos e estéticas estrangeiras práticas teatrais feministas para o contexto nacional.
  • Práticas teatrais feministas na escola. Experimentos pedagógicos, ativismo e movimento estudantil engendrado.
  • Feminismo para crianças... será que pode?
  • Desconstruindo gênero na cena. Questões trans, representação e representatividade.
  • A espectadora feminista no teatro contemporâneo brasileiro: novas vozes que transformam a cena.
  • Movimentos antifeministas, a invenção da "ideologia de gênero" e seu impacto nas artes da cena.
  • Teatros feministas, performances ativistas e a cena nas manifestações de rua e na internet.
  • Grupos de Mulheres e Grupos LGBTTIq gerando cenas teatrais e performances no contexto político nacional.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - Teatro de Animação

Este Dossiê esta pautado no PRO-VOCATION PUPPETRY - 2o. Encontro Internacional sobre Formação no Teatro de Animação, organizado pela Comissão de Formação Profissional da UNIMA - Union Internationale de la Marionnetteem parceria com o Teatrul Tony Bulandra, de 20 a 24 de junho de 2017 em Târgoviște, Romênia. O Dossiê, aqui proposto, situa a relevância das discussões acerca da formação profissional do ator no Teatro de Animação, aprofundando uma reflexão que trata das transformações poéticas percebidas nesta expressão artística a partir dos anos 1970. A evolução do statusdo ator-animador e dos objetos animados, o desenvolvimento conceitual dos espaços cênicos, as novas formas do Teatro de Animação e a diversidade de processos e formas de ensino-aprendizagem. Assim, os conferencistas participantes do encontro foram convidados a escrever sobre a formação profissional partindo de seus espaços de atuação. 

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Nucelo Especial: François Delsarte

Editores
  • Vera Collaco
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - Novos territórios do diálogo

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Entrevistas

Constitui-se de entrevistas com artistas renomados da área e de resenhas de livros que contribuem para o aprofundamento e para a revisão de temas estabelecidos na área de Artes Cênicas

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Entrevista 2013/1

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Corpo e movimento

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - Processos criativos e o trabalho do ator

Artigos aceitos somente para a Urdimentov.1, n.12, mar. 2009

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - Dança, linguagens do corpo e teatralidade

Recebimento de artigos exclusivos par a Urdimento v.1, n. 12, de mar. 2009.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - Máscara, cena e pedagogia do ator

Recebimento de artigos exclusivos par a Urdimento v.1, n. 12, de mar. 2009.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - Teatro e Gêneros

Recebimento de artigos exclusivos par a Urdimento v.1, n. 12, de mar. 2009.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - Textos que fazem história

Recebimento de artigos exclusivos par a Urdimento v.1, n. 12, de mar. 2009.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - Ética, Estética e Política

O pensamento de Jacques Rancière em tres temas centrais: ética, estetica e politica.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Teatro, gênero e feminismos

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático - Cone Sul - Teatro Contemporâneo

Seção que aborda o teatro contemporaneo no cone sul da America Latina.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Teatro na escola

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Formação do Professor

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Formação do Espectador

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Teatro em Comunidade

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Prática como Pesquisa

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Processos criativos e o trabalho do ator

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Dança, linguagens do corpo e teatralidade

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Máscara, cena e pedagogia do ator

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê temático: Teatro e gênero

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático:Textos que fazem história

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: Corpo e Movimento

Esta seção é composta por artigos inéditos, de relevância à área temática da revista e do referido dossiê, cujo tema poderá ser proposto por qualquer membro da Editoria, Conselho de Pareceristas, pesquisadores interessados, devidamente justificado e relacionado à área de concentração do programa ao qual a revista está vinculada.

OBS: no momento da submissão de um artigo, para esta seção, o autor deve selecionar corretamente o dossiê escolhido

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Ensaio Fotografico de Espetáculos

Constitui-se de um registro visual de  produções artísticas oriundas de professores e alunos do Departamento de Artes Cênicas e do Programa de Pós-graduação em Teatro da UDESC.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Traduções 2013/1

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Ensaio Fotográfico de Espetáculos - 2013

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Temático: O ensino do teatro e a formação do professor

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Processo de Avaliação pelos Pares (Peer review)

 A revista aceita textos sob a forma de artigos científicos, evitando receber para avaliação textos que sejam: apenas projetos de pesquisa ou relatórios; somente revisão de literatura; recortes de trabalhos acadêmicos sem adaptação; relato de experiência sem discussão teórica aprofundada; incompletos ou insuficientemente elaborados para a temática que propõem; fora da área das Artes Cênicas e das áreas correlatas; escritos de maneira não acadêmica ou que contenham muitos erros de linguagem e digitação; formatados a partir de regras diferentes das praticadas pela revista.

 A revista Urdimento adota a prática da "avaliação por pareceres" (peer review), sendo que cada artigo é submetido a pelo menos dois avaliadores. Estes terão o prazo de três (3) semanas para emissão dos pareceres, com a possibilidade de prorrogação por mais uma (1) semana, desde que o parecerista manifeste esse desejo.

Os avaliadores são escolhidos entre os membros da Equipe Editorial, sendo que em casos isolados a Editora-Chefe da revista pode também escolher avaliadores específicos ad hoc, entre doutores da área das Artes Cênicas e/ou áreas afins, seguindo o critério das afinidades temáticas, observadas a partir dos registros de trabalhos, pesquisas e outras experiências em seus currículos na Plataforma Lattes.

Os autores receberão, por via eletrônica, cópia dos pareceres emitidos, respeitando-se sempre o sigilo quanto à identidade dos avaliadores

Os artigos enviados aos Dossiês Temáticos serão avaliados, exclusivamente, pelos membros dos Comitês Editoriais específicos de cada dossiê. A Editoria dos Comitês Temáticos será composta no mínimo por dois e no máximo por cinco proponentes. Submetidos ao sistema de avaliação duplo-cego.

Os textos a serem avaliados passam por três fases. Na primeira fase, o texto é encaminhado a dois pareceristas do conselho editorial ou a pareceristas ad hoc, (especialistas na área ou na abordagem do artigo em avaliação). Na segunda fase, os editores encaminham os textos que obtiveram dois pareceres favoráveis à publicação; devolvem aos autores os textos que obtiveram dois pareceres desfavoráveis; encaminham a um terceiro avaliador os textos que possuem dúvida ou contrassenso na avaliação; e, enviam aos autores os textos os quais os avaliadores fizeram sugestões de modificações como condição para publicação, dando um prazo de 30 dias para tais reformulações. A terceira fase consiste na avaliação das modificações feitas pelos autores, quando isso for necessário, e no encaminhamento dos textos aprovados para a revisão da linguagem e para a normalização. No intuito de fazer avançar a produção da área, todas as fases de avaliação estão acompanhadas de pareceres descritivos.

Urdimento pode, ainda, no sentido de incitar determinadas temáticas, convidar pesquisadores para enviar textos, em proporção bem inferior aos textos avaliados e sob a condição de se tratar de contribuição importante para a área. 

Os artigos enviados ao Fluxo Continuo – devem ser avaliados, quanto a sua pertinência de aceitação para a Urdimento por dois pareceristas do Conselho de Pareceristas da revista. Submetidos ao sistema de avaliação duplo-cego.

Os Relatos - devem ser avaliados, quanto a sua pertinência de aceitação para a Urdimento por dois pareceristas do Conselho de Pareceristas da revista. Submetidos ao sistema de avaliação duplo-cego.

As entrevistas serão avaliadas pela Editora-chefe e/ou Editores-Associados, não sendo submetidas ao sistema de avaliação duplo-cego por pares, não havendo, portanto, necessidade de se recorrer aos Pareceristas nesses casos.

As traduções serão avaliadas pela avaliadas pela Editora-chefe e/ou Editores-Associados, que, nesse caso, pode aprová-las, rejeitá-las ou, se entender necessário, submetê-las à apreciação de Pareceristas.

Resenhas: serão avaliadas pela Editora-chefe e/ou Editores-Associados, não sendo submetidas ao sistema de avaliação duplo-cego por pares, não havendo, portanto, necessidade de se recorrer ao Conselho de Pareceristas nesses casos.

A cada dois anos, a Editora-chefe e Editores-Associados efetuarão análise do desempenho dos Pareceristas e do Conselho Editorial, levando em consideração aspectos como: disponibilidade em atender as demandas; agilidade na emissão de pareceres; qualidade dos pareceres emitidos; eventuais contribuições à política; manutenção do currículo Lattes pessoal atualizado. Conselheiros que receberem indicação de baixo desempenho poderão ser automaticamente descredenciados.

Para assegurar a integridade da avaliação cega por pares, tomam-se todos os cuidados possíveis no sentido de não se revelar a identidade de autores e avaliadores durante o processo. Assim, autores devem excluir do texto submetido seus nomes, substituindo-os por “Autor”. Além disso, devem cuidar para remover a identificação do autor nos metadados do arquivo encaminhado. Se, porventura, os autores olvidarem esses procedimentos, os editores o aplicarão antes do envio da submissão aos pares para avaliação, ou devolverão o texto para os autores, requerendo a obediência da norma de segurança.

 

 

Periodicidade

Quadrimestral

 

Política de Acesso Livre

A Urdimento oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

A revista é de acesso gratuito e não cobra taxas dos autores para as submissões de artigos, relatos, traduçòes, entrevistas ou resenhas, para submissão, avaliações e para a publicação dos textos aprovados 

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Indexadores

DOAJ
DIADORIM
GOOGLE SCHOLAR
REBID

 

 

Qualis CAPES

A1 - Artes

B2 - História, Filosofia, Comunicação e Informação, Antropologia, Interdisciplinar

 

Conflito de interesses

Conflitos de interesses podem surgir quando autores, revisores ou editores possuem interesses que, aparentes ou não, podem influenciar a elaboração ou avaliação de manuscritos. O conflito de interesses pode ser de natureza pessoal, comercial, política, acadêmica ou financeira.

Quando os autores submetem um manuscrito, eles são responsáveis por reconhecer e revelar conflitos financeiros ou de outra natureza que possam ter influenciado seu trabalho. Os autores devem reconhecer no manuscrito todo o apoio financeiro para o trabalho e outras conexões financeiras ou pessoais com relação à pesquisa. O relator deve revelar aos editores quaisquer conflitos de interesse que poderiam influir em sua opinião sobre o manuscrito, e, quando couber, deve declarar-se não qualificado para revisá-lo. Se os autores não tiverem certos do que pode constituir um potencial conflito de interesses, devem consultar a Editora-chefe da Urdimento.

 

Politica de Plágio

A Urdimento esta em acertos com a Biblioteca da UDESC para adotarmos o sistema CrossRef para identificaçãode plágio.

 

Política de dossiês temáticos

Esta seção é composta por artigos inéditos, de relevância à área temática da revista e do referido dossiê, cujo tema poderá ser proposto por qualquer membro da Equipe Editorial, pesquisadores interessados, devidamente justificado e relacionado à área de concentração do programa ao qual a revista está vinculada.

A Editoria dos Comitês Temáticos será composta no mínimo por três e no máximo por cinco proponentes.

A Editora-chefe pode estimular que os organizadores dos dossiês temáticos pertençam a diferentes instituições de ensino e pesquisa situadas em diferentes estados do país.

Não há periodicidade estabelecida para a publicação dos dossiês temáticos, mas as chamadas devem ser publicadas no site da revista com antecedência da data de publicação. A Urdimento está aberta a receber propostas de dossiês temáticos e decide aceitá-las ou não. As propostas devem apresentar resumo do tema e serem acompanhadas dos currículos dos proponentes.

Os artigos enviados aos Dossiês Temáticos serão avaliados, exclusivamente, pelos membros dos Comitês Editoriais específicos de cada dossiê. Submetidos ao sistema de avaliação duplo-cego.

A organização do dossiê temático não deve ocupar todo o espaço destinado aos artigos, preservando-se, assim, as seções de fluxo contínuo. Desta forma, independentemente dos dossiês temáticos, os autores podem submeter contribuições em qualquer outra seção, a qualquer momento.

Todos os dossiês temáticos indicarão um dead line (data limite) para a submissão, cuja observância pelo autor, entretanto, não garante a priori que o texto será analisado em tempo hábil para integrar o respectivo dossiê, pois é preciso levar-se em consideração todo o tempo necessário para a evolução normal do processo de revisão e avaliação cega por pares. Trata-se, assim, de um indicador do limite máximo para que uma contribuição tenha chance de ser avaliada para um dossiê. Por isso, a Editora-cheferecomenda fortemente que os autores submetam suas contribuições com o máximo de antecedência possível. 

Textos eventualmente aprovados, mas não aproveitados em um dossiê pelos editores convidados, poderão ser destinados a integrar as seções de fluxo contínuoda revista em algum número seguinte.

 

Política de taxas

A Urdimento é de acesso gratuito e não cobra taxas dos autores para as submissões dos artigos, para as avaliações e para a publicação dos textos aprovados.

 

Princípios Éticos e procedimentos para evitar más práticas na produção científica

A.    Da responsabilidade dos autores 

1. Os autores são responsáveis pelo conteúdo de seus artigos, assim como pelos direitos autorais de imagens, vídeos e quaisquer elementos textuais ou complementares ao seu artigo.

2. Os autores obrigam-se a oferecer ao periódico retratações ou correções de eventuais erros.

3. Os autores devem assegurar que seu texto é obra inédita e não devem submeter, o mesmo texto para mais de uma revista.

4. Caso o autor utilize, no artigo encaminhado à Urdimento, partes de um texto seu já publicado, ele deverá explicitar, em notas de rodapé, as partes publicadas toda vez que isso ocorrer no novo artigo. Bem como, justificar esta apropriação. Se observa que essas partes transcritas e já publicadas, e que não aparecem como citadas no artigo, não podem ser maiores que um terço do artigo final.

5. A revista aceita artigos a partir de comunicações de pesquisa já publicadas em Anais de eventos, desde que sejam substancialmente revistos e aumentados. E o autor deve, em nota de rodapé, explicitar e referenciar os devidos Anais.  

6. Caso o artigo tenha sido escrito com base em pesquisa que apresenta reais riscos para os participantes, é obrigatória a apresentação de parecer do Comitê de Ética da instituição do pesquisador.

B.    Do processo de avaliação

1. Todos os artigos e relatos da revista são submetido à revisão por pares pelo método avaliação por pares duplo-cego.

2. Avaliação por pares é o processo de obter pareceres sobre manuscritos individuais de avaliadores peritos no campo. Esse processo está claramente descrito no nosso site.

3. Os pareceres devem ser o mais objetivo possível e suficientemente embasados para que permitam o aprimoramento da pesquisa e do texto avaliados. 

4. Os avaliadores não devem ter conflitos de interesse e declaram isso por escrito no sistema da revista, ao realizar uma avaliação.

5. Os avaliadores devem sempre chamar a atenção para textos ou trechos já publicados e que não tenham sido propriamente citados.

6. Em caso de pareceres divergentes sobre a publicação, a Editora-chefe poderá solicitar um terceiro parecer ou chamar a si a decisão. Serão encaminhados para segunda rodada de avaliação os textos que receberem esta recomendação explícita dos avaliadores ou que, recebendo indicação de correções e modificações requeridas.

7. Todos os artigos avaliados são tratados de forma confidencial.

8. A revista entende que qualquer forma de plágio não é aceitável.

9. A decisão final sobre a publicação ou não de um texto cabe aos editores. Sempre que um texto tenha qualidade acadêmica e cumpra os critérios estabelecidos pela revista, ele é encaminhado para a avaliação por pares duplo-cega de, no mínimo, dois avaliadores.

10. Os únicos critérios de avaliação são o mérito acadêmico do texto e o aprimoramento da qualidade do conhecimento, não havendo discriminação aos autores, por quaisquer razões.

 11. Não é permitido aos editores usarem informações constantes nos artigos em avaliação sem o consentimento explícito dos autores.

12. Os editores estão disponíveis para responder qualquer questão ética ligada a uma submissão.



 

Politica de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

A revista é de acesso gratuito e não cobra taxas dos autores para as submissões de artigos, relatos, traduções, entrevistas ou resenhas, para submissão, avaliações e para a publicação dos textos aprovados.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração.

 

Indicadores

A Urdimento possui um índice H de 13 e o Índice i10 de 25, formulado a partir do Google Acadêmico em maio de 2019.