O Conceito de Tempo nas Linguagens de Programação

Thiago Negri, Roque Cesar Possamai

Resumo


A arquitetura atual de computadores pede para que os aplicativos estejam preparados para utilizar mais de um núcleo de processamento.  Este trabalho verificará se o modelo de programação atual, i.e. orientado a objetos, permite que os programas façam bom uso desta arquitetura ou se é preciso procurar alternativas para acompanhar a evolução arquitetural. Trará uma breve explanação da história das linguagens de programação, contextualizando os motivos que levaram o mercado até o paradigma orientado a objetos.  Através destes motivos e da evolução da arquitetura, será feita uma projeção sobre algumas razões que poderão fazer com que o estilo de programação atual seja substituído.  Serão abordados os conceitos de concorrência e paralelismo que se tornam cada vez mais necessários com esta nova arquitetura. Esta abordagem será feita no modelo atual, em Java, e, trazendo como uma possível alternativa, no modelo funcional puro e de avaliação preguiçosa, mais precisamente na linguagem Haskell.

Texto completo:

PDF



Revista mantida pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
Campus Ibirama
® 2019 Direitos Reservados