OFICINA DE FORMAÇÃO CONTINUADA EM TEATRO: AS ADVERSIDADES PROVENIENTES DO SISTEMA POLÍTICO EDUCACIONAL

Rafaela de Mattos, Mileni Vanalli Roéfero, Amanda Dias Saldan

Resumo


Este artigo foi iniciado devido aos resultados da oficina de Formação Continuada em Teatro realizada com professoras dos CMEIs. A partir dos relatos apresentados pelas professoras participantes e das observações realizadas, percebemos a importância da formação continuada para os docentes. Por essa razão, o objetivo deste artigo é identificar, partindo dos relatos da oficina, as falhas nas políticas públicas, e analisar a interferência das mesmas no processo de formação continuada. Como objetivos específicos, buscamos: a) discutir sobre o comportamento imediatista e defensivo apresentado pelas participantes durante o curso de formação; b) identificar, nas legislações vigentes da educação, as projeções para a formação continuada no Brasil. Como autores principais que embasaram a escrita deste artigo, utilizamos (SPOLIN, 2010), (RYNGAERT, 2009), (SLADE, 1978), (SARDELICH, 2001), (DIAS, 2014), entre outros.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/2358092520202018061

URL da licensa: https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

Indexadores, diretórios e bases de dados


      

Revista Nupeart - Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC - Centro de Artes - CEART

Endereço: Av. Madre Benvenuta, 1907 - Itacorubi - Florianópolis - SC - CEP: 88035-001

ISSN 2358-0925 


 
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.