O drama como proposta metodológica para contribuição crítica e social do educando

Gilmar Magalhães, Robson Rosseto

Resumo


Este artigo busca examinar a metodologia do Drama, fundamentado nos estudos de Beatriz Cabral, com vistas ao desenvolvimento do educando em sua formação crítica e social. Um processo dramático foi desenvolvido, com base na obra clássica Romeu e Julieta de William Shakespeare com uma turma de adolescentes em situação de vulnerabilidade social. A proposta utilizou especialmente duas estratégias do Drama para o envolvimento dos participantes: professor-personagem e estímulo composto. Ao longo da experiência, constatou-se a importância de o professor propor desafios e criar novos espaços criativos que propiciem o engajamento do educando, bem como o potencial pedagógico do Drama para a construção de um conhecimento crítico e reflexivo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/2358092519192018196

Indexadores, diretórios e bases de dados


      

Revista Nupeart - Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC - Centro de Artes - CEART

Endereço: Av. Madre Benvenuta, 1907 - Itacorubi - Florianópolis - SC - CEP: 88035-001

ISSN 2358-0925 


 
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.